Resenha: O Devorador - Lorenza Guinelli

Sinopse

  Denny Possenti tem sete anos de idade, mãe dependente química, pai louco e alcoólatra, colegas que o maltratam e o julgam um idiota. Quando está sozinho, para tentar superar a eterna sensação de medo, inventa histórias inquietantes. Seu único amigo é alguém que se autodenomina Homem dos Sonhos, um velho maltrapilho, cruel, sempre com uma bengala na mão. Se alguém abusa de Denny, o Homem dos Sonhos sempre aparece. E se vinga. Pietro tem 14 anos, é autista e tem um talento extraordinário para desenhar. É a única pessoa que testemunhou o desaparecimento misterioso de quatro meninos. Sua forma de comunicar o que sabe é desenhar o que viu. E o que Pietro viu é de gelar os ossos. Ninguém acredita nele, exceto sua educadora profissional, Alice: os desenhos tiram seu sono e a jogam em um pesadelo, trazendo a lembrança de algo que ela há muitos anos tinha tentado eliminar. Mas o passado retorna e agride. Impiedoso e onírico, O Devorador não dá escapatória ao leitor, arrastando-o em um sonho angustiante e opressivo, no qual é impossível distinguir a realidade da ficção. Lorenza Ghinelli recebe elogios de veículos e escritores como Valerio Evangelisti, um dos mais populares autores europeus de ficção científica e terror: “Linguagem perfeita, muito longe dos lugares comuns do noir e do horror, com os quais não deixa de ter parentesco”, afirma o consagrado escritor italiano. Com um suspense crescente, comparado à escrita de Stephen King e aos filmes de Alfred Hitchcock, a jovem Lorenza Ghinelli constrói uma relação assustadora entre as visões de Pietro e os eventos macabros que rondam o Homem dos Sonhos – o Devorador. Com a alternância entre história de 1986 e 2006, que se complementam e dão o tom à trama, o envolvente romance de Ghinelli faz com que o leitor se veja “imerso numa obra de puro virtuosismo”, nas palavras de Valerio Evangelisti.



Sem dúvidas O devorador é um livro que causa arrepios durante a leitura. Quem quando criança não escutou uma lenda de terror que apavora criancinhas? O Devorador vai girar em torno principalmente de três personagens: Denny, Pietro e Alice. Denny é atormentado pela péssima estrutura familiar que possuí; Pietro é autista, mas consegue ver e sentir algumas situações que acontecem, além de se expressar através de desenhos e Alice tem mais informações sobre o Homem dos Sonhos que qualquer outro personagem. O livro é escrito em clima tenso, deixando o leitor angustiado em vários momentos. Definitivamente não é um livro para aqueles que possuem coração fraco. Há alguns detalhes que não me agradaram: a autora não centrou o livro em um determinado protagonista, então temos que prestar muita atenção nos personagens e suas relações. Outro detalhe que foi o que mais me incomodou, foi a linguagem do Homem dos Sonhos com algumas crianças. Falando dos aspectos positivos, a narrativa da autora é surpreendente e as descrições em alguns momentos fizeram com que eu me sentisse na cena. De qualquer forma, o livro é indicado para os fãs de suspense/terror.A linguagem do livro é mais coloquial, sem se preocupar muito com formalidades. Levando em consideração que muitos personagens são crianças, é justificado. Quanto a revisão, diagramação e layout, a editora fez um ótimo trabalho. A capa é realmente assustadora, e quanto mais olhamos para ela, mais detalhes encontramos.



Edição: 1
Editora: Suma de Letras

ISBN: 9788581050652
Ano: 2012
Páginas: 200
Skoob - clique aqui
Avaliação: 3

4 comentários:

  1. Lendo a sinopse fiquei muito curiosa. Eu sou muito medrosa, mas amo ler livros de terror/suspence, mesmo que uma semana depois eu ainda esteja pensando no livro.

    ResponderExcluir
  2. Caramba eu tenho medo demais pra ler um livros desses, só a capa já me espantou quanto mais. Se eu lesse com certeza teria pesadelos!

    ResponderExcluir
  3. Eu sou uma pessoa com o coração fraco!!
    Até fiquei curiosa com a sinopse e a resenha, mas sinceramente não me arrisco a ler....

    ResponderExcluir
  4. Vou confessar que sou medrosa, mas queria conferir esse livro assim mesmo rs'

    Acho que, quando bem montado, um livro pode ser ainda mais assustador que um filme e esse definitivamente me deixou curiosa :)

    ResponderExcluir