Resenha Nacional: Presas - A Dádiva da Escuridão - Marco de Moraes



A vida de um homem tem um novo início a partir da abertura dos seus olhos em plena cegueira que perdura por longos caminhos em que sua visão nada alcançava além de obviedades presas por suas limitações ante o desespero da perda de tudo: de tempo, de lugar, de nome. A luta do personagem, narrador deste livro, se dará pelo decorrer da sua busca pelo que emerge em pedaços de recordações, mistura de pesadelos e a sua realidade enfadonha, carregada de fardos que parecem não ter fim. Os dias de luz se foram; os filhos da noite se manifestaram e dominaram todos os cantos das noites profundas que perduram até a última gota de sangue maldita ser derramada.




Inicialmente perdido, esse homem desmemoriado passa por uma taverna e mais adiante encontra com Ewan e Finlay. É interessante observar que cada pessoa que passa pelo caminho do andarilho, adiciona algo a sua jornada de forma que os leitores conseguem absorver o caráter individual deles. Nem todos que cruzam o seu caminho são bons ou ruins, alguns tiveram seu modo de pensar e agir moldado pela necessidade. 


"A perda da memória num tempo desmedido fez de mim um andarilho obediente a uma sina, um amanhã que me impelia a seguir por caminhos perante a escuridão tão densa que tomou o lugar do dia à força, As tenebrosas manhãs eram de tal intensidade que a dúvida habitante em mim tomava forma assustadora, ludibriando meu jeito de pensar." (p. 11)

 
Ao passar por alguns reinos, a população apresentada sofre com miséria, mas também sofre na alma, pois pessoas queridas estão desaparecendo misteriosamente. Será possível que há alguma relação entre o andarilho e os filhos da noite?
Criaturas assustadoras e ao mesmo tempo encantadoras, os filhos da noite desempenham um importante papel na trama.
Em alguns momentos é possível o leitor sentir a fadiga e a dor do narrador. Até quando um indivíduo tem forças para superar as provações que aparecem em seu caminho?


"Se contar com amigos era impossível naquele tempo, tampouco dirigiria preces aos anjos, porque, cegos, seriam como nada para este condenado. Sem água, sem fogo, sem terra. Era difícil pisar a terra que não era minha, caminhar por onde não me levaria a futuro algum. Nem sono, nem dono, nem cama, nem trono." (p. 49)

 
Personagens considerados insanos, como Gillies, aparecem no livro para fazer o leitor questionar o misterioso narrador: quem ele realmente será e quais segredos escondem? Será que realmente sofre de amnésia? São essas e outras perguntas que serão respondidas ao decorrer da leitura de “Presas - A Dádiva da Escuridão ”.

Uma trama bem delineada, escrita de modo coeso, que faz com que o leitor reflita sobre a humanidade e o existencialismo.
Revisão, diagramação e layout muito bem desenvolvidos, com destaque em especial aos detalhes contidos no livro.

A capa traz o ar sombrio que habita a história.



ISBN: 9788576799511
Editora: Novo Século
Ano: 2013
Edição: 1
Páginas: 288
Skoob: aqui
Avaliação: 3

8 comentários:

  1. Olá, tudo bom? Espero que sim!

    Gostei muito dos seus comentários. Quero ler o livro pra formar uma opinião.

    Abraços,

    Igor Gouveia
    http://www.diariodebordodeumleitor.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    Não é o tipo de livro que eu gosto ,
    Quem sabe eu leia um dia :]
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Linda capa, amei! E adorei a resenha!
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  4. Podem ler! Leiam sem receio! O livro é bom. São agradáveis horas esperando descobrir logo o que acontecerá...
    Parabéns Marco, pelo livro. Tinha tempos que eu não lia algo dentro desse tema.

    ResponderExcluir
  5. Nossa esse livro soa bastante filosófico, como poucos são nos dias de hj, gostei demais das quotes e tô bem curiosa para conhecer o livro. Parece do tipo que traz reflexões, das boas e ruins hahaha

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  6. esse livro parece bem complexo. espero que ele seja bom por que minha amiga achou meio cansativo...bem, eu teria que ler para ter uma opinião formada. não gosto de ir muito na opinião dos outros por que pode ser bem diferente da minha, mas vou tentar. parabens pela resenha, bjus

    http://kathlleenkristine.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. O que mais gostei foi da capa do livro, tão simples e tao encantadora. O nome está super aprovado por mim e eu realmente adorei a historia! Envolve memoria!! <3

    ResponderExcluir
  8. SEGUIDORA: ANDRESSA NUNES

    RESENHA BEM ELABORADA, ABORDANDO PONTOS IMPORTANTES DO LIVRO, DESPERTANDO O INTERESSE DE QUEM LÊ, VALE A PENA CONFERIR

    ResponderExcluir