Resenha "Uma Curva na estrada" - Nicholas Sparks

Sinopse:
A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar.




Apesar da sinopse detalhada, o livro possuí uma trama muito mais densa do que a sinopse conta. Fã assumida do autor, e por causa disso admito minha imparcialidade ao falar dos livros dele, "Uma curva na estrada" traz uma história de amor um pouco diferente das que estamos acostumadas a ler nas obras do Mr. Sparks. A trama começa falando dos personagens após dois anos da morte de Missy, e logo no início é possível observar que Miles é humano, e portanto, imperfeito. Imerso em sua própria dor, ele não percebe as dificuldades de Jonah na escola, e graças a Sarah e seu amor pelos alunos, é que ambos poderão ajudar Jonah. Desde o início, Jonah é um personagem fofo demais, que também está traumatizado pela perda da mãe, mesmo sendo tão jovem. O amor entre pai e filho é inegável, mas a busca incessante por justiça torna o subxerife uma pessoa às vezes "desligada" da realidade. Sarah passou por um divórcio difícil e é uma personagem forte, mas sem perder a feminilidade. Os três, Miles, Sarah e Jonah se completam de um modo tão bonito que é emocionante. É como se Sarah fosse a peça central de um quebra-cabeça. Infelizmente nem tudo são flores durante a trama e a revelação de um segredo pode colocar em risco a união dessas pessoas. O principal problema que eu tive foi com algumas atitudes do Miles, quando algo não dava certo. Tive a impressão de que ele descontou um pouco na Sarah e isso me irritou.
Um dos detalhes bem interessantes nesse livro, foi que o autor alternou os capítulos com um narrador anônimo, que na verdade é o culpado pela morte de Missy. Se o leitor prestar bem a atenção aos detalhes contados por ele, é possível descobrir a sua identidade antes da revelação da mesma. 
Uma trama delicada, focada no amor e no perdão. 




"Esta é acima de tudo uma história de amor, 
e como tantas outras histórias de amor, 
a de Myles Ryan e Sarah Andrews começa 
com uma tragédia. Ao mesmo tempo, 
é também uma história de perdão. 
Ao terminar de lê-la, espero que você 
entenda os desafios que Miles e Sarah 
tiveram de enfrentar.Espero que 
compreendam as decisões que eles tomaram, 
tanto as boas quanto as ruins, assim como espero 
que um dia entendam as minhas". (p.6)




Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411157
Ano: 2013
Páginas: 304
Tradutor: Fernanda Abreu
Autor: Nicholas Sparks
Skoob
Avaliação : 4

3 comentários:

  1. Não sou uma das maiores fãs do autor, mas já vi muitos comentários positivos de algumas pessoas que tem a mesma opinião que a minha. Talvez essa seja uma história que confira sim. Gostei muito da resenha.
    Grande Beijo!

    Camila – Meu Livro Cor-de-Rosa
    http://meulivrocorderosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito fã do autor ahahah mas gosto de ler suas histórias e fiquei bem intrigada para conhecer mais do livro, ainda mais com os capítulos narrados anonimamente :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir