Resenha || As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky

Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

ISBN: 9788532522337
Editora: Rocco
Tradutor: Ryta Vinagre
Ano: 2012
Edição: 2
Páginas: 223
Avaliação 5 S2
Skoob - Clique aqui

A sinopse desse livro é bem explicativa. O livro é escrito em formatos de carta, que Charlie escreve para um destinatário anônimo, e todos os acontecimentos são contados a partir do ponto de vista dele.  O que tornou o livro tão cativante foi o fato de conseguir entender o Charlie, seus altos e baixos, suas reflexões, medos, anseios e alegrias, e o fato de que o autor mostra os jovens sem estarem rotulados nos estereótipos conhecidos. Os personagens são reais: eles erram e tentam seguir em frente; alguns aprendem uma lição com os erros, outros ainda não chegaram lá. Charlie também reflete sobre a sociedade durante suas cartas, de modo que o leitor acaba avaliando situações do cotidiano:

 “Sabe como é... Um monte de crianças na escola odeia os pais. Alguns apanham deles. E alguns acabam caindo em uma vida errada. Alguns eram troféus para seus pais mostrarem aos vizinhos, como faixas ou medalhas de ouro. E alguns deles só queriam bebem em paz”. (p.28)           

Dois personagens muito importantes que acabam fazendo parte do cotidiano de Charlie são a Sam e o Patrick. Dois jovens um pouco mais velhos que Charlie e que acabam transportando-o para um novo universo que envolve amor; sexo; drogas e violência.
Charlie é capaz de ter reflexões profundas, em momentos rotineiros ou comuns, que acaba emocionando o leitor durante a leitura: “Eu me sinto infinito” (p. 43)

Ser infinito. Ser invisível. Ser você mesmo. São tantas facetas que os personagens nos mostram que o leitor não consegue fechar o livro. Eu queria saber qual seria a próxima descoberta existencial do Charlie. Queria desvendar os segredos que ficam escondidos atrás das portas dos subúrbios, entre as famílias consideradas “normais”, compostas por pessoas que agem naturalmente a luz do dia, mas que possuem um canto obscuro, um ponto de sua existência que não é conhecido por mais ninguém. Eu não consegui largar o livro até descobrir, junto com o Charlie, o que o afligia, o que o tornava aquele indivíduo complexo, generoso, reflexivo, confuso, eufórico, deprimido. O que o tornava humano.

O livro “As vantagens de ser invisível” se tornou uma das minhas leituras favoritas do ano. O autor consegue desenvolver uma trama envolvente mesmo lidando com um tópico que muitos consideram clichê. Charlie é um personagem que ganhou um espaço no meu coração, na minha mente e no meu dia a dia. Quantos Charlies existem na sua vida e você não sabe?

Quanto ao trabalho da editora, a Rocco está de parabéns. Diagramação, layout e revisão estão excelentes. A capa da minha edição é a capa com os personagens do filme, e eu achei que ficou linda.
Espero que tenham gostado da resenha.

Com amor,
Carolina.

Resenha: A elite - Kiera Cass


A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.
America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.


Kiera Cass não perdeu o rebolado em A Elite e continua encantando com sua escrita! 

Para aqueles que não leram minha resenha de A seleção, leiam antes de continuarem com A Elite!

Em muitos momentos durante a leitura deu vontade de enfiar a mão na America, pois ela sempre duvidando de Maxon, apesar de ele praticamente dizer que só depende da resposta dela para eles ficarem juntos. E sério, o encanto que eu ainda tinha por Aspen se dissolveu neste livro. Ele é um cara que gosta da America sim, mas me irritou o fato de ele diminuir ela, dizendo que ela não serve para ser princesa. Sei lá, a maneira como ele colocou e a maneira como ele fez pouco de coisas importantes para ela, me irritaram e deixei de estar dividida. Meu coração pertence à Maxon, na verdade, acho que sempre pertenceu.

America, me irritou d+, o mulher que não "trepa nem sai de cima" aff, ela fica o tempo inteiro dividida entre Maxon e Aspen, mesmo que para mim esteja claro quem é o escolhido devido à maneira como ela se porta perante ambos. É como se na falta de Maxon, Aspen é o step, eu não curto isso! Daí ela fica nessa lenga lenga, prendendo os dois em sua teia. rs
Se pega com um, e depois com outro.. Mas no fim, mesmo presenciando momentos que quase a fizeram surtar, ou melhor, ela surtou! America percebe quem ela quer de verdade!

Maxon é encantador, e muito mais altruísta, paciente, gente, humano do que eu imaginava! Perfeito! E pasme, ele está cogitando casar-se com a Kriss, e andou se pegando com a megera da Celeste. Ele não é santo, ama America, mas deixa claro que não desperdiçará a oportunidade de ser feliz e está seriamente cogitando Kriss, pois ela o ama de verdade e seria um ótimo par. Claro que a indecisa da America fica louca de ciúmes, surta, pira com tudo que acontece no decorrer da história, mas mesmo com certa traição por parte de America, Maxon ainda a ama e faz tudo por ela, até mesmo aguentar uma grande humilhação vinda de seu terrível pai para que ela não sofra as consequências por suas decisões impensadas!

O castigo infligido a melhor amiga de America, me deixou com o coração na mão, mas ela se mostrou forte e uma grande pessoa por enfrentar tudo de cabeça erguida. E o que Maxon fez é digno de aplausos e muitos suspiros dessa pessoa que vos escreve. rs

Simplesmente perfeito, A elite ganhou 5 estrelas + coração.. Eu estou loucamente ansiosa pela continuação.. E espero que America comece a rebolar para conquistar a confiança de Maxon novamente e que de fato venha a merecer este príncipe, porque se ela não o quiser.. Eu quero! rs   

ISBN:9788565765121
Livro:A Elite
Série:The Selection - Livro 02
Autor (a):Kiera Cass
Editora:Seguinte
Tradutor:Christian Clemente
Ano:2013
Edição:1
Páginas:360
Avaliação:  5 s2

Resultado do sorteio - No Escuro

Boa tarde galera. Já passou da hora de publicar o nome do ganhador (a) do sorteio que dará um exemplar de No Escuro.

Abaixo os participantes que seguiram as regras:

1-Jhenifer Sampaio
2-Katelin Natieli
3-Rudynalva
4-Rafael Fernandes
5-Bia
6-Cris Aragão
7-Bruna Costenaro
8-Danielle
9-Larissa Mussato
10-Manu Hitz
11-Biaah
12-Jheyscilane
13-Gabrielle Castro
14-Fabrica dos convites
15-Cristiane de Oliveira
16-Jada 171
17-Jacque
18-Isadora Paravisi
19-Thaynara Ribeiro
20-Cristiane
21-Delirante


A sortuda foi a Jhenifer Sampaio, você tem até dia 29/05 as 14:00h para encaminhar um e-mail cujo assunto deverá estar assim:Ganhadora No Escuro para karinicouto@yahoo.com.br

Resenha: Carmela e Lorenzo - RUBENS CONEDERA

Sinopse:

Resenha "A Lenda do Lago Dourado" - Edson Vanzella Pereira


Resenha:O fim de todos nós - Megan Crewe

Sinopse:

Kaelyn acaba de ver o melhor amigo partir. Ela tem dezesseis anos e voltou agora para a ilha onde nasceu, depois de um período morando no continente; ele está fazendo o caminho inverso, vai estudar fora. O que sentem um pelo outro não está muito claro, ela o deixou ir embora sem nem mesmo dizer adeus, e a última coisa que passa por sua cabeça é nunca mais vê-lo. Mas, pouco tempo depois, isso está bem perto de acontecer.
A ilha de Kaelyn foi sitiada e ninguém pode entrar nem sair: um vírus letal e não identificado se espalha entre os habitantes. Jovens, velhos, crianças – ninguém está a salvo, e a lista de óbitos não para de aumentar. Entre os sintomas da doença misteriosa está a perda das inibições sociais.
Nem todos, porém, assistem impassíveis ao colapso da ilha. Kaelyn é uma dessas pessoas. Enquanto o vírus leva seus amigos e familiares, ela insiste em acreditar que haverá uma salvação. Caso contrário, o que será dela e de todos?



O Fim de todos nós se passa em uma Ilha onde um vírus desconhecido surge devastando toda a população e isolando os moradores do restante do mundo, pois ao contactar o governo e emitir o alerta de epidemia, o mesmo temendo que o vírus se espalhe para o resto do mundo, isola a ilha, prometendo mandar toda a ajuda necessária para que descubram uma cura, bem como alimentos e demais suprimentos que possam vir a necessitar. Porém a realidade começa a mostrar-se bem mais assustadora, pois como se não bastasse o vírus, o governo simplesmente está tratando as pessoas da ilha como um risco grande, deixando de fornecer os suprimentos necessários e a assistência prometida. Com isso vem o desespero, pois aqueles que não estão infectados pelo vírus, estão divididos em grupos sobreviventes, uns querem ajudar o resto das pessoas, mesmo os doentes, e outros acham que a melhor solução é eliminar qualquer um que for contaminado. 
As pessoas estão lotando o único hospital da ilha na busca por ajuda e o desespero vai crescendo. O pai de Kae, está fazendo o possível para descobrir como ajudar os moradores da ilha, como especialista em vírus e bactérias, ele é uma das apostas mais altas para a eliminação do vírus. 

Os sintomas do vírus são claros, no inicio um espirro, uma tosse e uma coceira insistente.. Febre e logo em seguida a perda das inibições sociais, fazendo com que a pessoa se comporte de forma inapropriada, de forma que não faria se estivesse sã. E por fim a morte!

Tudo isso é escrito pelo ponto de vista de Kaelyn, uma adolescente de 16 anos que inicia essa história escrevendo em seu diário, como forma de acreditar em sua nova fase de vida, pois almeja ser uma pessoa mais sociável e pedir desculpas a seu ex-melhor amigo Leo, por ter terminado uma amizade de  mais de 10 anos. Porém logo ela se vê relatando bem  mais do que o seu dia a dia e suas perspectivas e passa a relatar o caos vivido por ela mesma e pelas pessoas que vivem na ilha.

Uma história que me pareceu muito palpável, pois não estamos livres de sofrer com um vírus desconhecido que poderia dizimar toda uma população em um curto período.
E é exatamente isso que acontece; todos ao redor de Kaelyn estão morrendo e a cada dia que passa os números só aumentam causando um desespero e uma desesperança que a faz crer em muitos momentos que chegariam ao ponto de não haver mais sobreviventes ou a questionar se saíram dessa situação.

No meio de todo esse caos, Kae, continua relatando tudo que pode e vê em seu diário, como forma de manter um registro de tudo que está acontecendo, para quem sabe Leo encontrar ou alguma outra pessoa. E ela fala também sobre suas dúvidas, medos, e sobre como ela encara toda a situação chegando a determinado momento a querer se atirar para a morte, pois acredita que não está ajudando em nada. 

O cuidado e carinho que Kae tem por sua prima Mere, que foi abandonada por sua mãe e perdeu o pai por um tiro dado pelos soldados que estavam mantendo a quarentena é bonito de se ver, pois em meio ao caos ela consegue se dedicar a alguém que precisa dela e isso em muitos momentos evita que Kae desabe após as perdas lastimáveis que sofreu.


A união e começo de um sentimento que surge entre Kae e Gav, me fez perceber que mesmo em meio ao caos é possível amar alguém e se apoiar a alguém que faria tudo que pudesse para te manter segura! 
Assim como uma amizade pouco provável que surge entre Kae e Tessa, namorada de Leo, pois apesar de Kae não ter nada especifico contra Tessa além de impressões tiradas do dia a dia, é perceptível uma ponta de inveja inicial, por Leo ter escolhido Tessa, por ter visto Tessa com outros olhos.. Olhos esse que não viram nada além de amizade em Kae.
Mas não pensem que Kae é má. Ela é uma jovem confusa, tímida, retraída e que não sabe bem como demonstrar seus interesses e chegar perto das pessoas.. Ela é muito observadora e percebe nas pessoas o que as faz "brilhar" ser o que são. E durante todos os seus relatos, percebemos como ela vai amadurecendo e demonstrando compreensão por atos feitos por outros personagens e até mesmo consegue compreender o que Leo viu em Tessa, já que ela mesma passa a admirar sua nova amiga!

Eu adorei Tessa por toda a sua força e maneira de seguir adiante mesmo em meio a todo o desespero e ausência dos pais que não conseguiram retornar a ilha quando a mesma entrou em quarentena. Ela é uma pessoa que faz a diferença. Com ideias consistentes e que não fica parada esperando o mundo acabar. Além de ser prática e sem "mimi mimi". Ela se concentra no que tem diante de si e tenta tornar as coisas o melhor possível mesmo com seu jeito reservado, pois não é de falar muito sobre sentimento e não é do tipo que abraça e se lamenta!

Assim como Gav, que mais do que qualquer outro, saiu e arriscou-se para poder tentar equilibrar as distribuições de comida bem como controlar o desespero que ele previa que veria quando a ilha entrou em quarentena. A todo instante ele demonstra que pode ser útil e que quer ajudar no que for necessário. Sempre em prol do coletivo e não pensando de forma egoísta como "a gangue" da ilha, que se formou após a quarentena.


Perdas, sentimentos a flor da pele, paixão, descobertas, desespero, fome, violência, amizade, solidariedade e muito  mais pode ser encontrado nas páginas de O fim de todos nós!
Uma leitura fluente e interessante com uma escrita que prende e cativa o leitor. Vale a pena conferir!

Um livro impactante que me deixou ansiando por sua continuação, principalmente terminando de forma inesperada com o retorno da barca, que não se sabe que tipo de notícias ou ajuda pode estar trazendo. Com a ideia de Kae para ajudar um dos doentes infectados pelo vírus em aberto..

O que será que poderemos esperar no próximo volume? Esperança ou mais desespero?
Espero que a continuação venha logo!


ISBN:9788580573305
Livro:O fim de todos nós
Série:
Fallen World - Livro 01
Autor (a):Megan Crewe
Editora:Intrínseca
Tradutor:
Rita Sussekind
Ano:2013
Edição:1
Páginas:272
Avaliação:  5


Resenha: Entre o Agora e o Nunca - J. A. Redmerski




Suma de Letras, 2013, Edição 1ª 

Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

Resenha:Lírio Vermelho - Nora Roberts


Sinopse:

A trilogia começa com a morte repentina do marido de Stella Rothchild e sua mudança, com os dois filhos, para a misteriosa Harper House, em Menphis. Na casa, moram Roz Harper, severa dona do viveiro de plantas, e também a assombração da Noiva Harper. Lá, Stella fica amiga de Hayley Phillips. No segundo volume, as mulheres se unem ao Dr. Mitchell Carnegie para descobrir os ancestrais da família Harper. E, conforme o mistério por trás da identidade da Noiva começa a se desfazer, Roz percebe que está apaixonada pelo médico.
Em Lírio Vermelho, a história está centrada, principalmente, em Hayley e sua filha, Lily. A vida das duas segue tranquila, até o dia em que a mãe se percebe atraída pelo filho de Roz.
Por não achar tal sentimento correto, acredita que a Noiva Harper encontrou um modo de possuir sua mente e seu corpo. Será loucura da protagonista ou mais uma armadilha do fantasma?


Lírio Vermelho é o terceiro livro da Trilogia das Flores da autora Nora Roberts, nele a autora entra mais a fundo na história de Hayley, aquela jovem que apareceu grávida na porta de Roz pedindo emprego e auxílio. Roz é claro, acolheu Hayley e mesmo ambas sendo parentes que não se viam, criam um laço muito forte de amizade e cumplicidade, assim como com Stella, a personagem que perdeu o esposo e se viu com filhos para criar e resolve dar uma reviravolta em sua vida e encontra um novo amor em Dália Azul.

Hayley é uma mulher tão forte quanto Roz e Stella e todas três possuem um charme
que cativa e envolve o leitor.
O romance vivido por Hayley e Harper é muito gostoso de ler, e todo o drama envolvendo a noiva Harper continua ainda mais sinistro nesse exemplar.

Lily, a filha de Hayley já está com cerca de um ano nesse exemplar.
Harper, para aqueles que não lembram ou não leram os livros anteriores, é filho de Roz e também trabalha com sua mãe.

Desde que se conheceram, Harper ficou encantado por Hayley e se apaixonou por Lily como se ela fosse sua própria filha. Porém o romance não emplaca de cara, pois Harper não acredita que seja recíproco o sentimento que tem por Hayley, mas aos poucos isso vai mudando e as coisas vão acontecendo mesmo com os inconvenientes da Noiva Harper (fantasma).  

Nesse volume, claro, teremos o desfecho envolvendo o fantasma que causou curiosidade nas personagens e as uniu ainda mais com a motivação de descobrir o que aconteceu com esse fantasma peculiar.

Uma coisa que eu acabo gostando nos livros da Nora é que mesmo ela tendo passado para o livro que retratará a personagem x, ela não deixa de nos mostrar como anda a vida dos personagens que antes eram principais e agora são secundários. Isso é ótimo, pois bate aquela saudade da Roz, da Stella e aí Nora nos sacia mostrando mais sobre o dia a dia delas, mesmo que a história de Lírio Vermelho esteja centrada em hayley.
  
Eu estava bastante ansiosa por esta continuação e mais uma vez não me decepcionei! Nora Roberts dá Show em sua escrita com uma narrativa cada vez mais empolgante a cada livro lançado!

Leiam e deliciem-se com essa Trilogia maravilhosa! Uma das minhas preferidas!

As resenhas dos livros anteriores poderão ser lidas aqui:Dália Azul e Rosa Negra



ISBN:9788528616804
Livro:Lírio Vermelho
Série:Trilogia das Flores
Autor (a):Nora Roberts
Editora:Bertrand Brasil
Ano:2013
Edição:1
Páginas:336
Avaliação:5 s2

Novo Resultado do Sorteio Teorema Katherine!


Boa tarde leitores dessa Mixtura, ansiosos pelo resultado do sorteio?
Quem será que levará um exemplar desse livro singular?

Participações válidas:


1-Thayane Gaspar
2-Laura Cagliumi
3-Lyn B.
4-Rafael Fernandes
5-Gabrielle Castro
6-Bruna Costenaro
7-Jacque
8-Amanda Péres
9-Priscilla
10-Ketelin Natieli
11-Cris Aragão
12-Ana Luiza
13-Jéh Paixão
14-Lari
15-Larissa Mussato
16-Jheyscilane


Nem todos os nomes que estavam comentando na resenha entraram no sorteio, pois além de comentar na resenha, tinha que comentar no post da promoção e não o fizeram, por isso foram desclassificados. Na próxima vez, prestem mais atenção nas regras!

Então vamos ao resultado:


Thaiane Gaspar você tem até dia 14/05 as 14:00h para enviar seus dados de postagem para karinicouto@yahoo.com.br
O exemplar será enviado direto da Editora, o Mix se ausenta de responsabilidades no envio, mas se coloca a disposição para mediar quaisquer problemas que possam ocorrer no processo!

Parabéns!

A ganhadora Thaiane Gaspar não enviou o e-mail com os dados de postagem a tempo, então refiz o sorteio!

A nova ganhadora foi Ketelin Natieli. Favor enviar seus dados de postagem para o e-mail:karinicouto@yahoo.com.br Assunto:Ganhadora Teorema Katherine!
Você tem até  17/05 as 14:00h para enviar seus dados, do contrário farei novo sorteio!

Parabéns! 

Promoção || "No Limite da Atração" - Katie McGarry


Oi galerinha,
Que tal uma promoção? Já leu a resenha de “No Limite da Atração”? Gostou do que leu? Está curioso para saber quais os traumas e segredos vividos por Echo e Noah? Então participe dessa promoção do Mix Literário em parceria com a Editora Verus e concorra a um exemplar.

Para participar basta ficar atento às regras para não ser desclassificado, ok?




Regras para o sorteio:

*Seguir o Mix

*Curti a fanpage do Mix Literário e da Verus Editora

*Deixar um comentário coerente na resenha (aqui)! Nada de: participando, gostei, legal ou coisas no gênero. Leia a resenha realmente e comente!

*Todos os participantes deverão ter endereço de entrega no Brasil.

*O Sorteio irá de hoje até o dia 14/06. 

*O livro será enviado para o ganhador pela Editora.


Boa sorte a todos!

Resenha: "Inveja" Série Fallen Angels - Livro 3 - J. R. Ward



Thomas DelVecchio Jr. é um detetive assombrado pelos fantasmas de seu passado. Filho de um serial killer famoso, ele luta para se libertar da terrível herança deixada pelo pai e de todo o mal que o circunda desde a infância. Mas o detetive não está convicto de que é realmente uma boa pessoa, e descobre-se envolvido em uma cruel tentativa de assassinato, da qual se torna o principal suspeito. É nesse momento que surge em seu caminho Sophia Reilly, a bela oficial do Departamento de Assuntos Internos da polícia, encarregada de supervisioná-lo e investigar o seu envolvimento no caso. Rapidamente, essa relação ultrapassa os limites profissionais e atinge um nível incontrolável de desejo e paixão. Em sua terceira missão, o anjo Jim Heron deverá ajudar DelVecchio e Reilly a encontrarem o caminho da verdade e a expurgarem todo o mal que os têm perturbado. Mas as armas de sua oponente, o demônio Devina, estão cada vez mais cruéis... 

ISBN: 9788579303531
Livro: Inveja
Série: Fallen Angels
Autor (a): J. R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Edição: 1
Ano: 2013
Páginas: 440
Avaliação: 4
Skoob

Nesse terceiro livro da série Fallen Angels, vamos rever a batalha do bem x mal entre o Jim Heron e a Devina. Dessa vez, a alma a ser salva é a do detetive Thomas DelVecchio Jr, que como a sinopse explica é filho de um famoso serial killer. Atormentado pelo passado do seu pai e por estranhos blackouts, Thomas Jr começa a duvidar de si mesmo. Cabe a Sophia Reilly descobrir exatamente o que anda acontecendo. A química entre os dois policiais é instantânea e rende muitas cenas hots no livro. Enquanto isso, a ligação entre Jim e Devina mescla um pouco de loucura por parte da Devina e ódio por parte do Jim. Conforme avançamos nessa série, podemos observar que as linhas que separam os bons dos malvados vão se tornando mais tênues.

Um ponto muito positivo nesse livro é uma grande virada que ocorre, deixando alguns personagens (e leitores) perplexos. Estou ansiosa para ler o próximo livro e descobrir como eles vão lidar com essa novidade.Quanto a diagramação, layout e revisão, a editora realizou um ótimo trabalho, porém encontrei alguns erros de digitação. A capa, bem, a capa foge do esquema dos livros anteriores, mas é capaz de arrancar suspiros das leitoras.


A autora mantém a qualidade das tramas dos volumes anteriores, e desperta a curiosidade do leitor para o quarto livro. 

Apoio aos Nacionais!


O autor de Não Deixe o Sol Brilhar Em Mim, Evandro Raiz Ribeiro, juntamente com alguns outros brasileiros, está concorrendo ao Press Award Japan 2013.
O evento foi criado em 1997 e ocorre anualmente nos EUA, Japão e Reino Unido. No site do evento dá para conhecer um pouco da história e votar nos participantes. Mas e o que é o Press Award?

"Desde sua criação a iniciativa tem uma missão claramente definida: homenagear as personalidades, instituições e iniciativas comprometidos com a promoção artística, cultural e imagem positiva do Brasil."

Para participar e ajudar os representantes brasileiros é bem simples e o Evandro separou um passo-a-passo para a gente:

1. Solicitar participação no grupo no Facebook. Clique no link a seguir para fazer a solicitação:
www.facebook.com/groups/pressawardsjapan
2. Quando aprovado pelo moderador, basta curtir os seguintes posts:
Edweine Loureiro | Duo Sabiá | Evandro Raiz Ribeiro
Além desta categoria especial, existe a votação nas categorias normais.
São várias categorias e estou na de número 14 – Promoção do Idioma Português no Japão.

Para votar, vá no link à seguir:
www.pressaward.com/votacao
 
 
 
Esta postagem foi retirada do blog Animus Book e tem o intuito de colaborar com o autor nacional em sua jornada de divulgação!

Espero contar com vocês leitores do Mix Literário para apoiar nossos autores!