Resenha: Nunca diga Adeus - Doug Magee




 Sinopse

Com apenas 9 anos, Sarah está prestes a viver uma grande aventura: vai viajar sem os pais pela primeira vez na vida. A viagem tinha tudo para ser feliz e inesquecível, mas logo se transforma num terrível pesadelo. Sem o marido para ajudá-la, Lena, mãe de Sarah, confere e assina os documentos autorizando a ida da filha. David saiu de casa cedo dizendo que recebera uma ligação do trabalho. Mais uma desculpa esfarrapada que ela não engoliu. O casamento está em crise, mas ela acredita que os dois vão conseguir se acertar no período em que a menina estiver fora. Já pensando nos momentos a sós com o marido, Lena entra em pânico quando uma segunda van chega para buscar Sarah. Pouco depois, ela descobre que o primeiro motorista não faz parte da equipe do acampamento e que sua filha e outras três crianças foram sequestradas. Após algumas horas, os criminosos enviam um e-mail exigindo 1 milhão de dólares para libertar as vítimas. Mas as condições para a entrega do dinheiro lançam suspeitas sobre alguns dos pais, e os casais começam a se voltar uns contra os outros, expondo seus segredos e relacionamentos já desgastados. Neste suspense de tirar o fôlego, o desespero e a ganância levam algumas pessoas a tomar decisões impensáveis. Mas a fé e a intuição sempre podem superar as dificuldades.


Esse era um livro que desde o momento em que eu li a sinopse, fiquei bem curiosa para ler. A trama vai mostrar o desespero de quatro famílias que tem seus filhos sequestrados na porta de casa, pois um motorista finge ser o motorista do acampamento, levando as crianças sem levantar suspeitas. Durante a leitura, pude observar que o autor apresentou todo o plano de sequestro aos leitores, explicando detalhadamente cada movimento, assim como o destino das crianças. O que me deixou apreensiva durante a leitura, era ver como cada família reagia.

Alguns se tornavam mais próximos, outros se distanciavam e alguns mantinham segredos. O foco principal do livro está em Sarah, uma das garotinhas sequestradas e o dia a dia dos seus pais: Lena e David. Lena é uma médica que quer aproveitar as duas semanas da filha no acampamento para tentar se reconectar com o marido David, que anda muito distante. Lena é uma das personagens adultas que eu mais me afeiçoei durante a leitura. Ela consegue demonstrar as dualidades de seus sentimentos sem parecer um personagem falso: ela é forte, mas têm momentos de vulnerabilidade, ela se acha uma boa mãe, mas se sente culpada, ela ama o marido, mas tem momentos que não quer nem falar com ele.  David por sua vez não me agradou. Do começo ao fim do livro, eu impliquei com ele e terminei a leitura sem gostar do sujeito. Outro ponto que o autor destaca no livro é a possibilidade de um dos familiares estar envolvido no sequestro. Essa questão fez com que eu ficasse desconfiando de todos eles, pois em um momento ou outro, eles tinham uma atitude “atípica”, o que me deixou em suspense.

O livro é muito bem escrito, com personagens bem delineados e uma trama coerente. Houve alguns momentos em que eu fiquei apreensiva, principalmente quando o livro mudava o foco para as crianças e o que estava acontecendo com elas. O plano de sequestro foi elaborado impecavelmente (o que me deixou bem assustada com a imaginação do autor) e o final foi perfeito para a história. “Nunca diga adeus” é um suspense que mexe com o maior medo de muitas famílias: e se algo acontecer com o meu filho?

Espero que tenham gostado da resenha!


ISBN: 9788580410488
Livro: Nunca diga adeus
Autor (a):Doug Magee
Editora: Arqueiro
Ano: 2012
Edição: 1
Páginas: 240
Skoob

4 comentários:

  1. Eu quero muito ler esse livro, um amigo leu e disse que é perfeito. Sua resenha me deixou mais na vontade. rs...


    Bjão!

    ResponderExcluir
  2. Já faz um tempão que eu quero ler este livro. Deve ser tenso.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Oi Markos, tudo bem?

    Eu achei o livro muito bom mesmo. Ele tem uma trama muito bem escrita.

    Obrigada pelo comentário!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. OI Rose, tudo bem?
    Sim, o livro é tenso, mas é impossível de largar até terminar. Fiquei louca para saber o que iria acontecer em seguida, em cada capítulo rs
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos

    ResponderExcluir