Resenha:Tudo aquilo que nunca foi dito - Marc Levy



Sinopse:

Com mais de 23 milhões de livros vendidos e traduzidos em 42 línguas, o autor francês mais lido no mundo, Marc Levy, volta a cativar os leitores em seu oitavo livro. Em Tudo Aquilo Que Nunca Foi Dito, Marc Levy aborda a relação conflituosa entre um pai e uma filha. Poucos dias antes do seu casamento, Julia recebe um telefonema do secretário de seu pai. Como ela já tinha previsto, Anthony Walsh - empresário brilhante, mas pai distante - não poderá comparecer à cerimônia. A ausência de seu pai em momentos importantes de sua vida da filha não é novidade para Julia. Mas pela primeira vez, a personagem tem que reconhecer que ele tem uma boa desculpa: Anthony Walsh morreu. A ironia amarga da situação, com Julia forçada a adiar o casamento para enterrar o pai, faz aquela parecer mais uma das peças pregadas pelo destino na difícil relação entre os dois. Mas, no dia seguinte ao funeral, ela descobre, na forma de um enorme pacote deixado na porta de sua casa, que aquela não tinha sido a última surpresa de seu pai - e parte na viagem mais extraordinária de sua vida, uma oportunidade para que os dois digam um ao outro, enfim, tudo aquilo que nunca foi dito.



Em Tudo aquilo que nunca foi dito, conheceremos Julia, uma jovem bem sucedida profissionalmente e que está de casamento marcado, mas que nunca teve uma relação muito amistosa com seu pai que sempre estava trabalhando e nunca tinha tempo para estar presente. É como se ele fosse praticamente um estranho em sua vida e não se importasse com ela; assim se sentia Julia. E com tudo isso, Julia guarda tristeza e rancor com relação ao seu pai. Eles já não se falam há muitos anos.

Próximo ao seu grande dia,  Julia recebe a notícia de que seu pai faleceu. Em meio a vários sentimentos que afloram, Julia decide que terá de cancelar seu casamento por enquanto. No dia seguinte ao funeral de seu pai, ela recebe uma caixa com um conteúdo inusitado.
Dentro da caixa encontra-se uma estátua de seu pai em tamanho natural com uma placa dizendo "ligue-me".

E é aí que Julia tem a chance de se reconectar e saber coisas que antes não imaginava serem assim. Ela tem a chance de conhecer seu pai e entender um pouco do que se passava em sua mente e em sua vida!


"Mesmo ausente, 
nunca estive longe de você como achou
e mesmo desajeitado e inábil, amo você. 
Tenho apenas uma coisa a pedir: 
que seja feliz. Seu pai." 
Pág. 234



O livro é lindo, comovente e eu me emocionei muito!
Gosto muito de livros que tratam de relações humanas, família e esse livro certamente entrou para um dos livros que mais apreciei ler.

É um livro para ser degustado devagar, sem pressa!
E só quem já passou por problemas com seu pai sabe o quanto esse livro pode mexer com nossos sentimentos.

Este livro estará guardado em minha estante!
Amei cada linha escrita!

Recomendo!
  



ISBN: 9788581050089
Livro:Tudo aquilo que nunca foi dito
Autor (a):Marc Levy
Editora:Suma de Letras
Ano:2011
Edição:1
Páginas:244
Avaliação: 5 S2

6 comentários:

  1. Só pela capa da de imaginar o quanto a história deve ser comovente.
    Gostei da resenha, fiquei com vontade de ler e saber mais sobre a história.
    Bjos...'

    ResponderExcluir
  2. Estou com muita vontade de ler este livro, esta capa me conquistou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto demais da escrita do autor! Acho ela um tanto poética e bastante diferente do que encontro em outros livros.


    Esse eu ainda não li, mas parece bem bacana mesmo ^^


    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  4. Nossa sou fã do Marc Levy,na expectativa para ler Tudo aquilo que nunca foi dito,para acompanhar Julia nesse momento em que está prestes a se casar.

    A relação com o pai não era mesmo uma das melhores. Mas depois da morte dele ela vai ter a chance de se "reconciliar" com o pai,deve ser realmente emocionante,comovente

    ResponderExcluir
  5. Que quote lindo esse *----* O pai dela falando para ela ser feliz ^^ Me emocionei! Parece ser mesmo bem cativante...

    ResponderExcluir
  6. Oi Karini, tudo bem?
    Esse livro será uma das minhas próximas leituras. Achei simplesmente fofa a sua resenha, parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir