Resenha: Com um pé na Sepultura - Jeaniene Frost



 Sinopse:

Você pode até fugir da sepultura, mas não pode se esconder para sempre... A meio-vampira Cat Crawfield é agora a Agente Especial Cat Crawfield, trabalhando para o governo para livrar o mundo de mortos-vivos mal intencionados. Ela ainda usa tudo o que Bones, seu ex-namorado sexy e perigoso, ensinou a ela. Mas quando Cat torna-se alvo de assassinos, o único homem que pode ajudá-la é justamente o vampiro que ela abandonou. Estar perto dele desperta todas as suas emoções, desde a adrenalina ao matar vampiros ao seu lado à temerária paixão que os consome. Mas o preço por sua cabeça – Procura-se: morta ou meio-morta – significa que sua sobrevivência depende de unir-se a Bones. Não importa o quanto tente manter as coisas profissionais entre eles, Cat irá descobrir que o desejo dura para sempre... E que Bones não vai deixá-la fugir novamente. “Uma nova reviravolta nos clássicos mitos de vampiros… Jeaniene Frost tem um livro campeão em suas mãos.” Yasmine Galenorn, autora bestseller de Changeling, USA Today

Com o pé na sepultura é o segundo livro da deliciosa série Night Huntress. Já começa cheio de ação e bom humor. A autora abre alas para o livro com uma cena de ação de tirar o fôlego e ainda usando o toque de bom humor de sempre. Já no primeiro capítulo, eu me encantei com o livro e minha ânsia de leitura pedia por mais.

- Sinto-me envaidecida
que você queria transar
 comigo, bem como me matar.
Verdade, Liam, que doçura.

Cat precisou fugir de Bones e assumir uma nova identidade. Agora ela faz parte de um grupo de elite, que trabalha para o governo fazendo o que sempre gostou: Caçar vampiros. Ela vai atrás de um poderoso vampiro e durante uma luta impressionante, descobre que ele é o mestre de Bones. Assim, como uma dívida que sente ter com ele, ela Liam deixa fugir.

De volta a sua rotina, Cat leva uma vida solitária e amargurada. Ela vive em um apartamento sozinha e a única coisa que tem de normal é sua amiga Denise, que a propósito sabe o que ela é faz. Por uma dessas coisas estranhas que acontecem, Cat acaba pegando um gato acidentado e o leva para o veterinário e lá conhece o Noah. Em pouco tempo, mesmo com sua resistência, os dois começam a sair e a namorar. Então a famosa ceifeira ruiva tem que dividir os seus dias de matadora profissional com um namorado super gente boa e encantador.Só que isso coloca a cabeça de Noah em grande perigo.

Um assassinado estranho acontece na antiga casa de Cat e ela é enviada junto com sua equipe de elite para investigar. Todos os fatos e pistas levam a crer que ela está sendo caçada. E imediatamente pensa em Bones. Nesse momento ela tem que decidir se terá coragem para acabar com a vida do seu amor. Então, cheia de determinação, Cat vai com seus homens até a caverna onde ficava com seu antigo amante. Lá ela sofre uma emboscada, tendo que lutar contra um grupo de mercenários e perde um dos seus companheiros, Dave.

Cat fica muito mal e é afastada do trabalho, com férias forçadas. Além da dor da perda, agora sabe que está sendo caçada e precisa se proteger do perigo. Sua vida está uma confusão e ela se sente responsável pelo que aconteceu. Para completar Tate, um dos seus companheiros, está apaixonado, para não dizer cheio de tesão, e as coisas ficam ainda mais estranhas.  Quando acha que nada pode ficar pior, reencontra Bones no casamento de sua amiga Denise e todas as emoções explodem dentro dela.

O encontro dos dois é algo excitante, emocionante e cheio de humor debochado. Bones sabe como ninguém provocar Cat e sua mãe. Ele faz aquele velho joguinho de gato e rato, tirando-a do centro de seu autocontrole. As cenas são deliciosas! Leitora suspira!!! Queria muito ter o dom de escrever com esse humor debochado. Meu Bones é tudo de bom!! Bom! Bom! Bom!

- Olhe só você, amor. Não posso dizer que
prefiro o cabelo castanho,
mas quanto ao resto... Você está suculenta.

Página 74

- É adorável vê-la novamente, Justina –
Bones disse, diabolicamente,
- Você fica encantadora nessa cor.
Página 76

- Cuidado, amor. Posso estar bravo com você.
Mas isso não significa que não a queira mais.
Então, se fizer isso de novo,
vou transar com você vem aqui,
nesse instante. E dane-se quem quiser assistir.
Página 94

Depois desse encontro, Bones continua cercando Cat e deixa claro que eles têm assuntos mal resolvidos. E que ela está com a cabeça a prêmio. Ao que parece, seu mestre Liam, ou Ian, ficou completamente apaixonado após a luta com a ceifeira e agora a quer de qualquer jeito. Bones é a única pessoa que pode ajudá-la contra Liam nesse momento e Cat aceita um acordo.

- Ele está apaixonado, claro. Ian é um colecionador de
coisas raras e não há ninguém mais raro do que você,
minha bela mestiça. Você está correndo perigo.
 Ian não sabe que eu a encontrei,
mas logo ele próprio vai rastreá-la.
Página 100

Começa, novamente, um envolvimento emocional e físico -  bota físico nisso - e os dois se perdem nos braços um do outro. Porém existem dois problemas: a mãe de Cat e o seu chefe, que acaba descobrindo o envolvimento após um dos seus companheiros Tate, que tem um tesão enorme por ela, entregá-la em uma bandeja. Agora Cat tem que bater de frente e deixar claro que não abandonará o seu vampiro gostosão - a propósito eu também não abandonaria .  Mas os dois passam a ser vigiados pela equipe de elite e mesmo com todo o cuidado sofrem um novo atentado.

- Minha alma pertence a mim e a Deus, mamãe.
Bones não poderia tirá-la nem se tentasse.
– Fiquei frente a frente com ela e respirei fundo.
Defina seu território. Agora ou nunca. – Mas
não vou deixar coce ou qualquer pessoa decidir
 o que fazer da minha vida pessoa. Você não
precisa gostar de Bones. Que diabos, pode odiá-lo
com toda sua alma no que me diz respeito, mas
enquanto eu estiver com ele, vai ter que tolerá-lo.
E também dom e os outros, ou...
ou eu vu embora para nunca mais voltar.
Páginas 119 e 120

Em meio a toda essa confusão, Bones tenta proteger Cat e armar um plano contra Liam. Em suas investigações descobre quem é o pai da sua amada. E o desejo de vingança de Cat aflora.

Bem gente, acho que falei demais. Como sempre acabo entregando mais do que deveria. Só que essa série eu AMO demais.  A escrita de Frost é deliciosamente excitante, fluente, envolvente e acima de tudo debochada. Como eu queria conseguir fazer o que ela faz. Os diálogos são irreverentes e mesmo quando tentam falar sério, tem uma pitada de humor em Cat ou em Bones. Os dois combinam perfeitamente e quando estão na cama... Leitor grita Aleluia!! Ainda bem que não li essa parte em um ônibus. Não pegaria bem ficar com cara de excitada no meio de um monte de gente.

É impossível ler esse livro sem se entregar a leitura. Mesmo nas cenas de ação, onde os dois lutam corpo a corpo contra o inimigo, existe o humor debochado tornando a leitora mais gostosa. Isso sem falar nos diálogos inteligentes que a autora escreve.

O final do livro... Perfeito!!! Nos últimos capítulos do livro o leitor chega novamente ao ápice de ação, humor e irreverência. Bones é inteligente e consegue tirar Cat da situação que se encontra com uma jogada de mestre. Agora ele tem um inimigo número um muito forte, que fará de tudo para obter sua vingança. Mas Bones tem seus aliados e se juntará a equipe de caçadores de Cat. E a nossa heroína sabe quem é o seu papi e fará de tudo para acabar com o vampiro que violentou sua mãe e lhe deu a vida.

Tenho certeza que o próximo livro trará mais ação do que o primeiro. A guerra agora que as cartas estão sobre a mesa é inevitável. E Bones, como sempre, usará de usa inteligência para proteger o amor de sua eternidade.


Gente, quem não leu o primeiro, não pode deixar de ler. Essa é uma das melhores séries de vampiros que já li. Acho que gosto mais dela do que de IAN. Dou para ela cinco estrelas, se pudesse daria 1000.

Bjs no core
Glau

ISBN: 9788576796657
Livro: Com um pé na Sepultura
Série: Night Huntress
Autor(a): Jeaniene Frost
Livro: 2
Editora: Novo Século
Edição: 1
Ano: 2012
Páginas: 294
Onde comprar: Cultura Saraiva | Submarino
Avaliação: 5

2 comentários:

  1. Adorei sua resenha e eu também sou apaixonada pela escrita de Frost e já dei uma de louca dando altas gargalhadas em publico lendo essa série já li ate o 4 e to anciosa pelo 5 não vejo a hora de ter mais de BONES TUDO DE BOM *-* minha nossa que vampiro e esse <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Gláucia, tudo bem?
    Acredita que eu ainda não li nenhum livro dessa série?
    Estou bem curiosa com ela, e quero ver se em 2013 eu compro a série completa.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir