Resenha: Cinquenta tons mais escuros - E. L. James





Sinopse:
Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida. 


Aaaaa a tão esperada continuação de "Cinquenta tons de cinza" (veja a resenha) esperada e surpreendente diga-se de passagem, sim, porque nessa estória conhecemos um "novo Grey", isso mesmo (suspiro), um novo e melhorado Grey, um apaixonado Grey, um sexy Grey, eu poderia citar cinquenta sinônimos para o Sr. Grey...

Mas vamos falar da estória, um segundo volume bem diferente do primeiro, especialmente pelo nosso herói, como já citei acima. Eu finalmente descobri o real motivo de tanto alvoroço acerca dessa trilogia, e a resposta é simples: GREY, isso mesmo, o nosso mocinho e seus "cinquenta tons". Esse livro trata principalmente da mudança de rumo do romance entre Ana e Christian, previsível, sim, mas ainda assim convincente. 

Outro ponto alto é a ação integrada a estória, ela sai um pouco do romance e  seus altos e baixos e vai para um suspense meio policial. A iniciativa é boa e diverte. 

Mesmo com as repetições, porque existem muitas, tipo: "Eu o amo", "Sou sua", etc.

Então, vou entregar logo o segredo dessa bomba de sucesso, no meu ponto de vista, claro: 

Primeiro: O livro é fácil, uma leitura bem "mamão com açúcar";
Segundo: O nosso herói é bem versátil, é sim, cinquenta em um, "obrigatoriamente" a mulherada têm que se identificar com um deles;
Terceiro: É muito divertido, quase um chick lit.

Agora as partes chatas: Nesse volume existem ações e personalidades muito parecidas com os personagens de Crepúsculo, quase falas e situações tiradas de lá, isso às vezes é irritante! Outra: Não dá pra não rir com a "deusa interior" ela é inconveniente sim, mas também é hilária. Adorei ela de gladiadora!
As cenas de sexo continuam palpáveis, então se você é puritano não diga que eu não avisei. 

ISBN: 9788580572100
Livro: Cinquenta tons mais escuros
Trilogia Cinquenta tons de cinza
Livro: 2
Autor (a): E. L. James
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Edição: 1
Páginas: 485
Avaliação: 4

5 comentários:

  1. Ai Nice,eu odeio essa tal deusa interior. Apesar de eu não ter gostado do primeiro, deste eu gostei muito. apesar da chata da Anastácia.

    Saudade, bjssssssss

    ResponderExcluir
  2. Haha... Tb não vou com a cara dessa,"deusa interior", porém esse volume e muito melhor que o primeiro principalmente pq nele há alguns esclarecimento. No momento sendo torturada pelos capítulos iniciais do terceiro e último volume.

    Bjos,
    Paty.

    ResponderExcluir
  3. Aaaa Nica saudades tbm, aquele bolo na sua casa poderia sair né? rsrsrs Tem evento neste sábado 26/01 lá na Cultura às 15h, vamos?

    ResponderExcluir
  4. "Cinquenta tons de cinza" realmente foi uma febre mundial em 2012,mas ainda não li.
    Gostei da sua resenha,nossa quando eu ler vou conhecer um "novo Grey" e apaixonado Grey e ainda tem um suspense meio policial.
    Estou lendo Um Olhar de Amor,Bella Andre.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nice, tudo bem?
    Li o primeiro livro e ele não me empolgou muito, por isso acabei não lendo os seguintes. Não sei se vou ler as continuações, mas gostei da sua resenha, parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir