Resenha: Cinquenta tons de liberdade - E. L. James






Sinopse:
Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade.


ATENÇÃO SPOILER!

ACABOU! Até que enfim ou que pena? Eu ainda estou dividida... Amo ou odeio???

Essa trilogia me causou uma ressaca literária do cassete! Fiquei quase insuportável relendo os livros incansavelmente. O que eu via de tão bom? Como eu falei nas resenhas anteriores (Cinquenta tons de cinza e Cinquenta tons mais escuros) a trilogia é tão simples que pode ser comparado a um Chick Lit em termos de leitura fácil, que não exige do leitor guardar grandes detalhes para mistérios. Mas também é apaixonante. As reviravoltas do relacionamento, a teimosia de ambos os personagens, as cenas de sexo...

Cenas de sexo que são "maneiradas" neste 3º e último volume, entendi que ela "cortou", por que já fora minuciosamente descrito nos volumes anteriores.

Bom, ele inicia desnecessariamente romântico,  ARGH! Sério quase larguei ou pulei as páginas por causa do excesso de açúcar, uma amiga me estimulava dizendo: "Dá um desconto, é lua de mel, continua que melhora já já..." E não é que ela estava certa! A ação inicia, é curta mas dá pra sentir um gostinho pelas perseguições e um ar policial intrincado a trama. A mostra, de um pouco mais, de personalidade da heroína da estória.

A teimosia dos personagens deverá ser dita, porque pôxa chega a ser maçante! Tantas discussões para darem em nada! Brigas de motivos banais. Muitas vezes me chateei com a autora pela falta de profundidade da trama...

Tá não vou mais reclamar disso, prometo.

Voltando para o livro, esse volume vale a pena ser conferido, sim, além de tudo é um bom entretenimento, um "chick HOT lit", fácil, fácil de se envolver.

Então leiam, se descabelem, amem o Sr. Grey, sintam raiva da chatíssima e hilária "deusa interior", DIVIRTAM-SE! E vivam felizes para sempre...


Aaaaa, agora uma salva de palmas para a sra. E.L.James que está feliz e satisfeita com a montanha de dinheiro que está recebendo.


ISBN: 9788580572162
Livro: Cinquenta tons de liberdade
Trilogia Cinquenta tons de cinza
Livro: 3
Autor (a): E. L. James
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Edição: 1
Páginas: 544
Avaliação: 3

3 comentários:

  1. Ainda vou entrar nessa aventura. Muito bom.
    Linda tem um meme para vc lá no meu cantinho. Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Nice,sei que 50 Tons criou uma febre no cenário literário mundia,o que veio de liros nesse mesmo gênero...
    O livro vai ganhar adaptação até para o cinema.
    ainda não li nenhum livro desse gênero de romance erótico,ganhei Um Olhar de Amor,mas ainda não comecei a ler,é melhor ler para ter uma opinião formada.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha. Adorei a trilogia.

    Ah, mas dentro dessa nova febre de romance hot, eu recomendo um nacional "Redes Sensuais". Ele me tocou por ser mais real e pela trama mais elaborada sem deixar de lado o erotismo.

    Eu fiquei sabendo deste livro pelo Facebook e comprei pela internet, mas agora apareceu uma versão gratuita aqui neste link http://ge.tt/78mDJLP. Quem curte esse tipo de romance vale a pena conferir.

    ResponderExcluir