Resenha: Amigos Inimigos – Vanessa Martinelli

29.12.12

Sinopse:

Maria e Jack eram amigos quando criança. Daqueles que se dorme na casa e brinca das mesmas coisas. Mas eles cresceram e a idade esmoreceu a amizade. Tomaram direções opostas. Demais até. E você? Já teve um amigo-inimigo?

Amigos e inimigos é uma comédia romântica adolescente e adorável, com escrita impecável e fluente, fazendo com que eu degustasse a obra em poucas horas. Vanessa soube desenvolver bem os dramas e conflitos adolescentes, de forma engraçada, levando-me a muitas risadas. Eu me senti muito a vontade com a linguagem, apesar da proposta infanto-juvenil, e recomendo a leitura para qualquer idade, pois a partir dela pude recorar de bons e maus momentos da minha própria adolescência e me identificar com a trama.

Maria é uma adolescente em conflito, como qualquer adolescente, que passa pela fase da paixonite aguda e sofre por amor não correspondido. Ela tem uma relação de amor e ódio com o irmão, coisa normal em qualquer família que possui mais de um filho, e uma relação bem amigável com a mãe, que se tornou também um pai após o falecimento do mesmo.
Ela vive entre sua paixão platônica por Mauricio, um riquinho metido a besta, e ódio por Jack, que outrora foi seu amigo de infância. Jack tem o poder de deixar Maria completamente transtornada e furiosa, pois tudo o que ele faz ou diz é capaz de fazê-la sair do sério, mesmo quando a intenção não é das piores.

Na escola Maria tem boas, fies e engraçadas amigas, que são figurinhas divertidas, que arrancaram um monte de gargalhadas no decorrer da leitura. Cada uma com o seu particular, cativando e fazendo com que me identificasse um pouco.

Camila é a CDF da turma, uma figura que encontramos sempre nas melhores rodas de amigos. Possui um bom coração e está sempre disposta a ajudar os amigos. Ela passa por um momento difícil, com seus pais a ponto de uma separação, e isso a faz engordar muitos quilos durante o ano letivo. Em Camila temos a figura da adolescente que se sente feia, gorda e deslocada, apesar dos bons amigos que a amam.

Patrícia é a Barbie da turma, loira, com um corpo e rosto que fazem inveja a qualquer garota, inclusive em Maria. Apesar disso, essa personagem é bem desligada de tudo, vivendo no mundo da lua a maior parte do tempo e quando interage com os amigos fala coisas sem sentindo, gerando piadas engraçadas entre o grupo. Ela possui um coração enorme e não usa a aparência para esnobar as amigas.

Morgana é a rica, esquisita e engraçada, leia-se leitora soltando gargalhadas. Ela é uma menina rica, solitária e boa gente, apesar do comportamento completamente esquisito, que chama a atenção dos outros. Suas tiradas são engraçadas e no decorrer da leitura acabei me identificando muito, pois às vezes também sou assim... Engraçadinha. Apesar dos pesares, ela é uma boa e leal amiga, sempre com a atena ligada e pronta para agir como um bom cupido.

Pedro é um cara legal, descolado e do tipo CDF. Durante a leitura fica implícito que há um sentimento ente ele e Camila, mas nenhum dos dois quer admitir os sentimentos. Um cara calmo, de personalidade pacifica e amorosa.

Mauricio é o riquinho metido a besta, que esnoba, fica todo se querendo e sempre encontra uma forma para demonstrar que é melhor que as pessoas. Maria tem uma paixão secreta por ele, não tão secreta na verdade, e as meninas da escola estão sempre aos seus pés. Com o decorrer da leitura a personagem torna-se mais antipática e persona não grata para mim, como leitura entusiasmada pelo livro. Acabei torcendo de verdade para ele se ferrar bonito. Mauricio e Jack não se batem e podemos ver alguns embates entre os dois rapazes.

Jack é o caso de amor e ódio de Maria. Sua mãe é amiga intima da mãe de dela e os dois praticamente cresceram juntos, como amigos. Em determinado momento da vida surgiu uma inimizada entre os dois, tornando a convivência quase impossível. Jack é boa gente, bonito, engraçado, amigo, mas tem o dom de tirar Maria do sério, um caso clássico de amizade colorida. Sabe quando duas pessoas não se suportam e a simples presença consegue tirar a outra do sério? É bem isso o que acontece com Jack e Maria, deixando implícito que existe algo oculto em toda essa implicância gratuita entre os dois. Ele não precisa fazer nada para que ela se chateie e mesmo quando tem boa intenção Maria acaba ficando toda irritadinha.

Os amigos, e também não tão amigos, são unidos para realizar um trabalho em grupo. Essa experiência acaba se tornando divertida e inesquecível para todos, deixando os sentimentos mais claros.

O que posso dizer sobre o livro? A leitura foi gostosa e fluente, fazendo com que em poucas horas conseguisse terminar o livro. Mais do que isso, ele me divertiu bastante e trouxe lembranças da minha própria adolescência. Parabenizo a autora pelo excelente trabalho realizado, apenas deixando um adendo de que gostaria que a história continuasse. A trama estava deliciosa e acabou me deixando um pouco triste quando terminou. Acho que a autora até pode fazer uma continuação para o livro e que será bem-vinda, com certeza. Parabenizo também a editora pelo excelente trabalho de capa, diagramação e revisão, que ficaram perfeitos. Para ele dou quatro estrelas.

Bjs no core

ISBN:  9788576796596
Autora: Vanessa Martinelli
Título: Amigos Inimigos
Editora: Novo Século
Revisão: Francisco Martins
Capa: Carlos Eduardo Gomes
Ano: 2012
Páginas: 104
Avaliação: 4

Resenha:Cósmico - Frank Cottrell Boyce

27.12.12




Sinopse:
Liam Digby é um garoto comum de doze anos. Um garoto comum de doze anos muito, muito, muito alto. E com um pouco de barba. Algumas pessoas até achavam que ele era um adulto. Cósmico é a incrível história de como Liam contou algumas mentirinhas, quase roubou um Porsche, visitou um parque de diversões e meio que acidentalmente foi parar no espaço.



Cósmico do autor Frank Cottrell Boyce é um livro voltado para o público infantil tendo uma abordagem simples e direta o livro meche com a imaginação das pessoas que gostam de fantasia.

A história gira em torno de Liam um menino de 12 anos que as pessoas insistem em confundir com um adulto por conta de sua altura e sua aparência desenvolvida para sua pouca idade. Ele vive em situações inusitadas por conta da impressão que as pessoas tem de ele já ser um adulto e até passa a se aproveitar de sua condição obtendo beneficios que um jovem de sua idade jamais teria!

Como qualquer jovem de sua idade, Liam ama parque de diversões e aproveita-se de sua altura para ir em brinquedos que não são próprios para sua idade.
Por conta de sua fixação por parque de diversões, Liam tem uma oportunidade única de ir para o espaço e para isso ele precisará enganar e mentir.

Lá ele terá oportunidade de estar no Parque Infinito! 


É possível dar boas risadas com a história e suas situações pra lá de inusitadas!
Liam é um jovem bastante inteligente e a história é repleta de bom humor com suas tiradas engraçadas.
A ideia do parque é bem bacana e apesar de ser um livro voltado ao público infantil pode ser degustado por um adulto facilmente!

ISBN:9788565765039
Livro:Cósmico
Autor (a): Frank Cottrell Boyce
Editora:Seguinte
Ano:2012
Edição:1
Páginas:336
Avaliação: 3

Resenha:Ladrão de Almas - Alma Katsu

25.12.12


Sinopse:


No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação a depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma história sobrenatural, The Taker é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.



Ladrão de Almas da escritora Alma Katsu é um livro que me deixou confusa e curiosa durante as horas que gastei lendo. É viciante! Não pude ler em uma sentada só, porque minha vida está uma correria, mas quando era obrigada a fechar o livro e dormir, me peguei horas pensando a respeito dos personagens e acontecimentos!

A história começa com Luke, um médico insatisfeito com o rumo de sua vida. Ele mora na pequena cidade de St.Andrew, divorciou-se a pouco mais de um ano e com isso deixou de ter sua esposa e filhas ao seu lado.
Perdeu seus pais recentemente e herdou a fazenda da família. Seu maior desejo é simplesmente ir embora de St.Andrew porém ainda está preso, pois não tem coragem para dar o próximo passo.

Tudo começa a mudar quando a polícia leva Lanny ao hospital; ela é uma desconhecida que foi encontrada ensanguentada e perambulando pela estrada. Diz ter matado um homem na floresta e nada mais se sabe a respeito da mesma.

Luke sente-se intrigado pela mulher misteriosa e pouco a pouco ele se conecta com Lanny e ela vai contando seu passado macabro e cheio de infelicidades. Prova a Luke através de um corte que cicatriza rapidamente que ela não é uma pessoa comum. Isso é a alavanca para que Luke haja com a emoção e se envolva com Lanny a fim de desvendar o mistério que a cerca!

Movido pela curiosidade e por um impulso quase irreal, Luke começa a agir de maneira que jamais agiria em seu estado normal, indo em direção ao desconhecido e aprofundando-se cada vez mais com os relatos de Lanny!


Minhas impressões:

Esse livro é viciante!

Os relatos de Lanny dão asco em alguns momentos e levantam nossa curiosidade em saber o que virá a seguir!

O livro tem a passagem de tempo do Hoje para o passado de Lanny, nos anos de 1800, assim vamos desvendando pelo ponto de vista da protagonista tudo que viveu e como se tornou uma imortal.


Os personagens são fortes, envoltos em mistérios e com personalidades bem traçadas!

Vi-me em momentos bem contraditórios entre o amor e o ódio por este livro. As cenas são fortes e o livro não é nada do que eu esperava.. É muito melhor! Já me sinto ansiosa pela continuação!

As sacadas da autora sobre o mistério que envolve a imortalidade na história foi genial e me surpreendeu.
Realmente trata-se de um amor fadado a não dar certo, ao sofrimento. Senti muita pena de Lanny por amar tanto alguém que não conseguia de forma alguma retribuir seu amor como ela gostaria. E ainda ser condenada a imortalidade, a passar anos e mais anos triste, sozinha e amando incondicionalmente alguém! Nossa!

Adorei essa história apesar de em alguns momentos achar que houve excesso de detalhes desnecessários! 


ISBN:9788581630373
Livro:Ladrão de Alma
Série:Trilogia Taker - Livro 01
Autor (a):Alma Katsu
Editora:Novo Conceito
Ano:2012
Edição:1
Páginas:432
Avaliação:4

Resenha: Uma Aposta Perversa - Emma Wildes

22.12.12


Sinopse:


Não se fala noutra coisa na cidade. Num momento menos sóbrio, os dois mais famosos libertinos de Londres - o conde de Manderville e o duque de Rothay - fazem uma aposta muito publicitada para decidirem qual deles é o melhor amante. Mas que mulher que reúna beleza, inteligência e discernimento concordará em ir para a cama com ambos os homens e declarar qual deles é mais competente a satisfazer os seus desejos mais profundos? Lady Caroline Wynn é a última mulher que alguém esperaria que se oferecesse. Uma viúva respeitável com uma reputação de gelo, lady Caroline mantém-se firmemente fora do mercado de casamento. Pode não desejar outro marido, mas o seu breve casamento deixou-a com algumas perguntas escandalosas sobre o acto de fazer amor. Se o conde e o duque concordarem em manter secreta a identidade dela, lady Wynn decidirá qual dos dois detém a maior mestria entre os lençóis. Mas, para surpresa de todos, o que começa como uma proposta indelicada transforma-se numa espantosa lição de amor eterno....

Todos têm seus fantasmas. Aqueles que os perseguem toda uma vida. Assim foi com a inacessível e fria Lady Caroline Wynn, uma mulher que sofreu um casamento desastroso, que se culpava por sua frigidez e carregava as acusações do falecido marido como uma espada em seu peito. A única coisa que queria era vencer os seus medos e descobrir se a culpa realmente era sua. O mesmo acontecia com Lordy Nicholas Manning, Duque de Rothay (ou duque demoníaco), um dos mais famosos libertinos de Londres, dono de uma reputação devastadora. No fundo o que o nosso belo e charmoso duque escondia era o seu coração, após uma terrível traição em seu passado. Não amar novamente era uma questão de sobrevivência. Para Lord Derek Drake, conde de Manderville, outro famoso liberto (o Anjo) dono de uma reputação tão libidinosa quanto o nosso belo duque, também possuía o coração devastado. Ele está prestes a perder a mulher que amava, por sua teimosia em aceitar os seus próprios sentimentos.

O que esses três têm em comum? Uma aposta escandalosa, para julgar quem é o melhor na cama, que foi capaz de abalar os pilares da sociedade londrina.

Eu não queria fazer um comentário apaixonado, mas creio que seja difícil falar desse livro sem ser passional, uma vez que é a segunda vez que leio. Tamanho foi a minha obsessão que o comprei em Portugal, e ele atravessou todo o oceano só para satisfazer a minha vontade de ler mais uma vez. É o que chamamos de uma jóia muito rara. Trás uma leitura, apaixonante, sensual, divertida e uma das mais belas estórias de amor. Eu nem preciso dizer que amo um duque, né? Ainda mais se ele for carente, cheio de dramas ou se for um libertino sem  vergonha nem se fala. Esse livro trás todos os ingredientes que gosto na leitura e eu me apaixonei por esse duque sem vergonha. Estou até com dor de cabeça de tanto ler. Acho que bati meu recorde em lendo 351 páginas em 24 horas.

A estória é apaixonante e cheia de dramas. A sutileza como o duque trata Caroline é tocante. Para um homem viril e cheio de amor para dar, ele foi paciente e soube conduzi-la na viagem de desejo e prazer sexual. Como viúva Caroline era praticamente uma virgem, nem sabia beijar e nunca havia visto um homem nu. A única coisa que tornava uma mulher era ter sido violada diversas vezes pelo falecido marido. Em resumo, nossa viúva frigida tinha pavor de homem e Nicholas a ensinou a amar. Para mim foi tocante quando ela sem encolheu na primeira vez que ele tentou se posicionar entre suas pernas. Não conseguiu disfarçar o pânico de ser possuída novamente e isso tocou o duque profundamente. 

Nos dias que passaram juntos, ele foi gentil, amoroso e principalmente generoso sabendo respeitar o seu tempo. Isso foi o mais encantador na relação dos dois. E ela pode ver com exatidão o homem maravilhoso que era Nicholas e ele fez a mulher dentro dela desabrochar como uma flor que apenas precisava ser regada com carinho. A estória dos dois é simplesmente apaixonante e deixa o leitor vidrado em cada pagina do livro. Eu me senti muito comovida como o ciúme e a forma como ele pede para o amigo conde ser gentil com ela, lutando contra toda a sensatez e tentando não demonstrar os seus sentimentos. Nicholas quase surta ao pensar nela nos braços do outro para cumprir o trato na aposta e julgar o mérito da questão.

Por outro lado, a estória paralela de Derek e Anne também é comovente. Ele morre de amores pela pupila do seu tio e sofre muito ao vê-la noiva de outro. Esse, inclusive, foi o motivo de ter feito uma aposta tão absurda com o amigo duque, em um momento de bebedeira. Passa a correr contra o tempo e encontrar uma forma de falar com seu amor e se desculpar dos erros passados. A nossa donzela inocente, após receber um beijo de amor devastador de Derek, o pega nos braços e de outra passa a evitá-lo e tratar friamente. Por conta disso à distancia entre os dois mais parece um oceano. Mas ambos sofrem, e com a proximidade do casamento as coisas ficam mais difíceis. Até mesmo o noivo de Anne percebe o constrangimento dos dois quando estão em um mesmo ambiente. Isso torna tudo muito dramático e ao mesmo tempo excitante, porque o leitor passa a torcer por um desfecho favorável, não querendo que ela se case e deixe o nosso libertino arrependido sofrendo ainda mais.


EU RECOMENDO! Uma estória apaixonante, sexy e muito empolgante. Apaixonei-me pela escrita da Emma Wildes e agora começarei a ler Lições de Sedução. Essa autora foi para a lista das minhas favoritas e só não conseguiu bater ainda a Nicole Jordan. Vamos ver o que o próximo livro me diz dela:
SIMPLESMENTE APAIXONANTE!!

 

“Caroline apertou os dedos sobre os poderosos 
ombros de Nicholas, cuja força não mais a intimidava 
e sim a cativava tanto como a fricção de seu 
membro no interior de seu sexo.

  Era uma sensação extraordinariamente agradável
 e ela proferiu outro pequeno gemido.”




ISBN: 9789896570248
Livro: Uma aposta perversa
Autora: Emma Wildes
Edição: 2009
Editora: Planeta
Páginas: 359
Onde Comprar: Wook
Avaliação: 5
Edição: Portuguesa
 

  

Resenha: O Reino - Clive Cussler e Grant Blackwood

20.12.12



Sinopse:


Em Spartan Gold e Lost Empire, Clive Cussler levou os leitores ao mundo do time do casal Sam e Remi Fargo, em que suas paixões e instinto para caçar tesouros trouxeram descobertas extraordinárias e jornadas perigosas. A próxima aventura do casal, no entanto, pode ser mais ainda aterrorizante. Os Fargos são especialistas em caçar tesouros e não pessoas. Mas, então, um barão do petróleo de Texas os procura com uma pedido pessoal: um investigador amigo dos Faros estava em uma missão para procurar o pai do barão, porém, agora ele também está sumido. Sam e Remi seriam capazes de procurar pelos dois? Apesar de não ter adicionado muita informação sobre o caso, Fargos concorda em começar a procura. O que eles encontrarem irá além do que eles imaginaram. Em uma viagem que os irá levar a Tibet, Nepal, Bulgária, Índia e China, os Fargos serão envolvidos com um mercado negro de fósseis, um baú centenário e o ancião do Reino Tibetano de Mustang, um dirigível do século anterior...


Após a leitura de O Espião, fiquei impressionada com a escrita e sagacidade do autor e doida para ler mais alguma coisa que fosse de autoria dele. O Reino chegou em minhas mãos e achei que não o leria tão cedo, porém a curiosidade não me deixou esperar e fui logo conferir. Confesso que o Espião foi bem melhor que O Reino, mesmo assim não pude deixar de apreciar a leitura!

O livro tem inicio com uma história de muito tempo atrás, onde uma cidade fora invadida e os soldados que estavam nesta cidade antes da invasão deixaram o local carregando baús, supostamente um deles continha o sagrado Theurang.

No presente temos Remi e Sam Fargo em uma busca desenfreada por um artefato e na luta contra seus inimigos, que como no livro O Espião, são inteligentes e bem dissimulados!
Ela é arqueóloga e ele engenheiro e juntos formam o par perfeito na caça ao tesouro e na investigação para saber o que aconteceu com  Lewis, amigo deles!

Como no livro anterior o cenário é muito bem descrito, os personagens bem detalhados o que não nos deixa perder nada do que acontece, tornando fácil imaginar tudo que está sendo narrado! Sem contar na aula de história e geografia que temos ao ler os livros dessa série, pois através dessa leitura passaremos por diversos lugares como: Tibet, Índia, Nepal, Bulgária, EUA, China.. E fatos que realmente aconteceram estão sendo narrados nas páginas de o Reino, onde ficção e realidade se misturam e dá um toque realista e fascinante a série!

O clima de suspense por conta da investigação, a busca por riqueza e poder e todo o restante é pura aventura e gosto muito de livros assim!

A história é repleta de aventuras, mistérios e romance!


                                                            ISBN: 9788581630380
Livro: O Reino
Série: As Aventuras de Fargo - Livro 03 
Autor (a): Clive Cussler e Grant Blackwood
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Edição: 1
Páginas: 336
Avaliação: 3

Resenha:Segredos - Bolivar Soares

18.12.12



 Sinopse:

Prefácio de Aguinaldo Silva – autor de novelas da Rede Globo. Quando, após o que eu chamaria de arranca-rabo, do qual participa boa parte dos personagens do livro, a matriarca da família Souza e Lima anuncia: ─ Acho que nossos problemas estão se acabando. O leitor certamente dirá: “e que problemas!”. Pois problemas em literatura, vocês sabem, são provocados pela existência de boas tramas. E Segredos, este alentado romance de estreia de Bolivar Soares, é o mais pródigo em boas tramas dos muitos que li nos últimos tempos – tantas que eu, cultor do subgênero televisivo que sou, diria a vocês sem pestanejar: sim, esse livro daria uma ótima novela. Mas não é telenovela o que Bolivar Soares faz em Segredos, é literatura, e a diferença entre uma coisa e outra não é apenas relativa. Este, sem dúvida, é um romance; e o que posso dizer a respeito dele, é que se trata de um romance como há muito tempo não se lia. Na contracorrente da literatura atual, que se esmera em mais sugerir do que dizer (e menos ainda afirmar), em que tudo pode ser, mas nem sempre é, e por isso nunca rende mais do que 150 páginas em corpo graúdo, Bolívar faz uma verdadeira reversão de expectativa no gênero e produz uma obra que eu chamaria de versão pós-moderna de “Crônica da Casa Assassinada” (lembram? Lúcio Cardoso, um grande, imenso, escritor, ora caído no mais injusto esquecimento). Vejamos como a obra é apresentada: “Um segredo encoberto há mais de 40 anos pela poderosa família Souza e Lima e o suspense em torno do assassinato da jovem Francis Mendes se fundem em uma trama de ambição, ódio e mentiras. A bela Luiza Mendes, engenheira de alimentos, instala-se na cidade de Gramado, RS, não só para descobrir o assassino de sua irmã, morta de forma hedionda, mas também para destruir os possíveis suspeitos do crime, os membros das poderosas famílias Souza e Lima, e Guerra. Em sua luta por vingança e destruição, Luiza não tem escrúpulos. Após infiltrar-se em um meio que acalenta ódio, Luiza não mede esforços para atingir seus objetivos, desencadeando uma trama de intrigas, traição e assassinatos a sangue frio. O que ela não imagina é ser avassalada por uma paixão arrebatadora, e todo o seu ódio passa a não ter mais sentido”. A apresentação é precisa e deixa bem claro, aos que lerão Segredos, o que vão encontrar pela frente: o modelo clássico da disputa familiar, luxuosamente enriquecido pelas tintas do melodrama. Ao longo das 596 páginas do livro (no original), Bolívar Soares maneja suas várias tramas e suas dezenas de personagens com vigor e maestria. Tudo faz sentido, não há um deslize, um senão, e quando finalmente se chega à frase da matriarca dona Cecília, que já citei acima, a mais simples afirmação que se pode fazer sobre o autor é que ele é um mestre da tessitura. Suas histórias se juntam e se separam como os fios de uma esmerada teia, até que, no final, o leitor se vê diante de um desenho perfeito. Esse trabalho de artesão, hoje tão raro em nossa literatura, é apenas um dos méritos do autor, mas não o maior,que é sua capacidade de criar histórias e jamais perder o fio delas. Por isso, Segredos é um romance cujo final se persegue com verdadeira unção, pois só lá é que todos os mistérios, afinal, serão desvendados, todas as histórias se tornarão uma só e, então, como sempre acontece nos grandes romances, tudo fará sentido. 


O livro Segredos de Bolívar Soares muito me agradou, pois é um romance cheio de intrigas, reviravoltas, personagens marcantes e tem o mistério de não sabermos quem de fato foi responsável pela morte da Francis, já que todos aparentemente possuem um motivo.. E uma surpresa enorme  e inesperada no final da história! Bolívar simplesmente me surpreendeu, brincou com a minha imaginação e me deixou encantada com sua inteligência e talento em escrever um romance policial como esse! Digno de autores famosos e facilmente adaptável para as telas como uma novela que tenho certeza agradaria o público e acertaria em cheio na audiência desbancando os concorrentes!
 
Ficamos presos as 590 páginas que não é nada perto da fome por saber o que virá a seguir!

Um livro para ser devorado e apreciado tamanha sagacidade e audácia do autor em criar um enredo muito bem amarrado onde toda e qualquer intriga aparentemente sem nexo é bem explicada levando o leitor ao êxtase total!

O ódio por parte de Luiza é perturbador!
Ver a família Souza e Lima sofrendo e se desfazendo pouco a pouco foi cruel, mordas e delicioso!
As maldades por parte de Dona Mariana e a insatisfação que ela demonstra com sua vida e tudo que a cerca e principalmente os motivos que "explicam" seus atos é de deixar qualquer um sem ar! O segredo envolvendo Dona Mariana, Dona Cecília, Alfredo e Leopoldo nos deixa boquiabertos!
A doença avassaladora do chefe da família Souza e Lima (Sr.Alfredo) e o seu fim é de dar pena!

Todos os personagens dessa intriga sofrem de forma distinta e cruel, cada um sendo massacrado pela vingança de Luiza. A maior sofredora, Nádia, foi quem me deu mais pena! Ela sofreu da pior maneira que alguém poderia sofrer, usaram seu desejo e impossibilidade de ser mãe para acabar com ela, e posso dizer que Nádia chegou ao fundo do poço e desespero. Além disso, o grande segredo de seus pais que a envolve e a maneira como foi criada e tratada por sua mãe (Dona Mariana) poderia além de tornar a pessoa infeliz acabar com qualquer possibilidade de se reerguer algum dia!
Fiquei com muita pena dela durante todo o processo da vingança de Luiza. 

O livro me prendeu e me deu um prazer imenso e quando falo isso não é da boca para fora! É verdadeiro! Sabe quando não encontramos palavras suficientes que possam descrever a intensidade da palavra ódio? Pois é!
E ver Toda ira de Luiza virar contra ela ao começar a ser desmascarada me deixou dividida entre a vontade de vê-la pagar por toda sua crueldade e o medo de vê-la perder Gabriel, que também era alvo de sua ira e tornou-se o amor de sua vida!

Não sei se concordo com todas as decisões tomadas pelo autor quanto ao rumo dos personagens, pois como leitora acabei me envolvendo com cada um deles e desejando no meu íntimo um destino para eles, que algumas vezes coincidiu com o que o autor deu e outras nem tanto, como foi o caso do drama envolvendo Nádia e Liliam. Não vou entrar em detalhes para não estragar a leitura daqueles que irão à busca dessa leitura em breve!

Porém o que posso afirmar, com convicção é que Segredos é o livro!    

Dessa vez não vou me prender em falar sobre a história, pois o Aguinaldo Silva explica muito bem do que se trata em seu prefácio, por isso nessa resenha contém apenas as minhas impressões após a leitura desse livro fantástico e viciante!  



Livro:Segredos
Autor (a):Bolivar Soares
Editora:Dracaena
Ano:2012
Edição:1
Páginas:590
Avaliação:5
© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por