Resenha: Desventuras em Série - Livro 7 e 8 - Lemony Snicket

ISBN:9788535903928
Livro:A cidade sinistra dos covos
Série:Desventuras em Série
Autor (a):Limony Snicket
Editora:Companhia das Letras
Páginas:229
Avaliação: 5

Os irmãos Baudelaire não conseguem acreditar no que lêem na primeira página do jornal. Uma reportagem informa que o pérfido Conde Olaf raptou não apenas os irmãos Duncan e Isadora Quagmire, mas também Esmé Squalor. O texto não poderia ser mais enganoso: Esmé tinha sido tutora das crianças recentemente, e os Baudelaire sabem muito bem que o Conde Olaf nunca a seqüestraria. Olaf e Esmé são na verdade aliados num plano maligno para se apropriar da fortuna das três crianças.
Violet, catorze anos, é a mais velha dos irmãos Baudelaire, os órfãos mais desafortunados do mundo. Klaus, o irmão do meio, tem treze anos e já leu mais livros do que qualquer criança de sua idade. Sunny, a mais nova, é um bebê pouco maior do que uma melancia. Assim como os irmãos Duncan e Isadora, as crianças Baudelaire perderam os pais num incêndio, e a amizade com os Quagmire era praticamente o único acontecimento feliz que havia acontecido nas suas vidas desde que ficaram órfãos.
Nessa nova desventura eles terão de se haver com mais uma providência desastrada do sr. Poe, um executivo de banco que tinha sido o primeiro tutor dos Baudelaire e ainda cuidava da fortuna dos irmãos. O sr. Poe decide inscrevê-los num programa de adoção de menores, em que toda uma cidade se responsabiliza por crianças que tenham perdido os pais. O programa tem um slogan amedrontador: "É preciso uma cidade para educar uma criança". Violet, Klaus e Sunny são mandados para a apavorante cidade de C.S.C. e assim tem início mais um lamentável episódio da tenebrosa existência dos Baudelaire.


Os irmãos Baudelaire ainda não tiveram um descanso e mais uma vez voltam a sofrer no sétimo volume da série.

Após a leitura do jornal os desafortunados órfãos descobrem que o Conde Olaf raptou os irmãos Duncan e Isadora Quagmire e que supostamente Esmé Squalor também fora raptada. Porém desconfiam que seja mais um plano maligno do Conde Olaf, pois Esmé é na verdade sua aliada, logo ele não poderia tê-la raptado.

Dessa vez o desnaturado e lerdo do Sr. Poe decide que os órfãos ficarão sob custódia de uma cidade. O homem parece estar ficando louco! Ele decide que a melhor maneira de manter as crianças a salvo é inscrevendo os pobres coitados em um programa de adoção onde toda uma cidade será responsável pelo bem estar dos mesmos. Dessa forma são encaminhados para a cidade C.S.C. e aí mais uma vez toda a má sorte que os cercam começa novamente em uma história cheia de tristeza e coisas obscuras!




ISBN:9788535904512
Livro:O hospital hostil
Série:Desventuras em Série
Autor (a):Limony Snicket
Editora:Companhia das Letras
Páginas:232
Avaliação: 5

Um período especialmente infeliz se anuncia nas vidas aflitivas de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire. Durante uma tenebrosa e exaustiva caminhada noturna, eles param diante do Armazém Geral Última Chance e decidem entrar para pedir ajuda.
Eles não podem recorrer aos pais (pois os perderam num incêndio), nem à polícia (que estava entre seus perseguidores noturnos), tampouco a conhecidos (pois os irmãos têm conhecidos demais, o que é quase o mesmo que não ter nenhum).
Depois da morte dos pais no incêndio, Violet, Klaus e Sunny se vêem sob os cuidados de inúmeros tutores, alguns deles cruéis, como o ganancioso e traiçoeiro Conde Olaf, o vilão que é o verdadeiro responsável por eles estarem ali, totalmente sozinhos no meio da noite, em frente ao Armazém.
Violet, Klaus e Sunny resolvem passar um telegrama para o sr. Poe, um banqueiro que fora encarregado de cuidar dos órfãos. O sr. Poe nunca se mostrou especialmente eficaz, mas pelo menos ele não era cruel, não tinha sido assassinado nem era o Conde Olaf, e essas parecem ser razões suficientes para contatá-lo.
Além de se safar de terríveis enrascadas, os Baudelaire ainda terão de suportar a estada no sinistro Hospital Heimlich e provar que não são cruéis assassinos. Esse é apenas o começo de páginas e páginas de situações desesperadoras, que contêm detalhes opressivos como um desconfiado dono de armazém, uma cirurgia desnecessária, um sistema de intercomunicadores, uma anestesia e balões em forma de coração.

 
Desta vez os irmãos em um ímpeto de coragem fogem do Sr.Poe escolhendo cuidarem deles próprios já que até agora as tentativas em ajudar do senhor Poe foram frustradas e desastrosas!

Os irmãos Baudelaire juntam-se aos Combatentes pela Saúde do Cidadão (C.S.C.) indo trabalhar no hospital Heimlich onde descobrem que pode existir sobrevivente ao incêndio que tirou a vida de seus pais e também dos pais dos Quagmire.

Claro que Conde Olaf aparece para azucriná-los junto de Esmé que havia sido supostamente raptada por ele. Como as crianças previram, ela é aliada do horrendo Conde e juntos atentam mais seriamente contra Violet e seus irmãos.

Neste volume, os mistérios continuam a surgir, mas o mais interessante é saber mais sobre a morte dos pais dos órfãos.
Conde Olaf provoca um incêndio no Hospital culminando a morte de uma de seus lacaios seguidores na luta contra os órfãos.


Impressões:



Lemony não perde o ritmo e já estou ficando repetitiva em meus elogios a obra. Mas é que realmente a escrita do autor não sofre com o desenrolar dessa Desventura que faz com que a cada instante eu sinta pena dos irmãos serem tão desafortunados.

A coleção é repleta de aventuras (ou seria Desventuras?) e situações inusitadas que levam os irmãos Baudelaire a passarem "o pão que o diabo amassou" após a morte de seus pais!

Os órfãos tiveram um amadurecimento palpável nesses últimos dois volumes lidos e isso me deixou contente, pois me fez ter esperanças de que eles possam se livrar em algum momento do horrendo Conde Olaf que os importuna a todo instante com armações no intuito de tomar a herança dos pequenos!

Continuo amando Desventuras em Série e ansiando por mais!

5 comentários:

  1. Bom dia Karini, mais uma resenha dessa série maravilhosa... vale totalmente a pena essa série.
    Parabéns pela resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Karini!
    Não li ainda nenhum livro dessa série, entretanto, através de sua resenha, achei os livros interessantes, obrigada!




    Não, não esqueci de você... é apenas pouco tempo para tantas
    coisas...


    Vim desejar um início de mes maravilhoso e que todos seus desejos
    sejam concretizados no decorrer dos dias.


    "A prova mais clara de sabedoria é uma alegria
    constante." ( Michel de Montaigne )


    MUITO AMOR NO CORAÇÃO!


    Blogueiras Unidas
    1275!


    Luz e paz!


    Cheirinhos


    Rudy


    BLOG ALEGRIA DE VIVER
    E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por sua visita Rudy, vou retribuir!
    Desejo para você um mês iluminado!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ai Carol, eu amo essa série! Já deu para perceber não é mesmo?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Adoro Desventuras.
    Esse autor é muito show!
    Quero muito ler o outro livro que ele lançou, acho que o nome é Por isso acabamos ou algo assim.

    ResponderExcluir