Resenha: Agridoce - Simone O. Marques

11.9.12


Sinopse:

Anya é uma garota comum, estudante de gastronomia e que mora em Florianópolis. Certa noite, ao passear pela praia ela sente um aroma que a atrai terrivelmente, um perfume, uma mistura de fragrâncias que mexe com todos os seus sentidos. Na noite seguinte ela e vê perseguida pelo aroma e descobre que ele vem do corpo de um belo banhista que sai do mar. Cedendo ao impulso, ela vai até ele. Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele. Atormentada pelo aroma, ela precisa experimentar, então, alcança seu pescoço e o morde numa veia pulsante. Anya então descobre o prazer de degustar o sangue doce, que a fazia pensar em frutas flambadas, temperado com o sal da água... o sabor agridoce que a desperta para uma necessidade vital que fará parte de sua vida à partir de então, a necessidade de sangue...



Em Agridoce da autora Simone O. Marques conhecemos Anya uma estudante de gastronomia que leva uma vida quase normal se não fosse pela sua suposta alergia ao sol. Uma jovem recatada, que não tem interesse em outra coisa a não ser seus estudos, até que algo inusitado chama a sua atenção.. Um cheiro agridoce que a deixa louca e ao provar desse cheiro vê seu mundo de pernas para o ar.

Anya descobre várias questões até então sequer imaginadas por ela, após morder o jovem que a atrai pelo cheiro agridoce desperta como vampira e junto com seu despertar, despertam o antagonista e o escravo. Isso mesmo pessoas! Esse livro tem todo um lance diferente do que estamos habituados a ler nos livros sobre vampiros.
A questão principal que é a dependência do sague para viver permanece, porém.. Alguns dos "renascidos" podem andar ao sol, e quando uma pessoa desperta como vampira, outros despertam com ela no intuito de balancear uma espécie de "rede".

O escravo é encarregado por alimentar o vampiro, tendo seu sangue irresistível e com um sabor especial que supre as necessidades do vampiro.

O antagonista é aquele que desperta com o intuito de dizimar o vampiro, como um caçador que tem por obrigação acabar com esse ser que pode colocar vidas em risco.

Tem também o mensageiro, que foi o rapaz que "despertou" Anya para sua condição de vampira! E o tutor que é o responsável por introduzir Anya em sua nova vida e lhe ensinar o que precisa saber!

O vampirismo é visto como uma espécie de doença genética que pode nunca aparecer ou surgir em qualquer idade ou momento.

A partir de seu despertar, Anya conhece a verdade por detrás da morte de sua mãe e passa a ser intruduzida nesse novo mundo que a cerca. Seu pai é "invisível" para Anya, seu sangue não desperta desejo algum nela. Porém as demais pessoas a sua volta despertam sua sede por sangue. 

Cada pessoa que desperta como vampiro, possui um "dom", a mãe de Anya, podia perceber as emoções por detrás do sangue de cada indivíduo enquanto Anya pode perceber os diversos aromas, como o que a pessoa comeu. Ela é atraída através desses aromas percebidos nas diferentes pessoas ao seu redor. 

Outros personagens interessantes e misteriosos são encontrados nesse livro, como Ivan, que foi o escravo de sua mãe e Rafael que era o tutor de Bete (mãe de Anya), ou seja, quem deveria ensiná-la sobre sua nova condição e ajudar a protege-la. Porém o passado deles e do pai de Anya é marcado pelo insucesso em proteger Bete culminando em sua morte pelas mãos de seu antagonista. Afim de não permitir que o mesmo se repita com Anya esse trio imrpovável se une para afastar o perigo da vida de Anya e tornar sua nova condição mais "confortável".


O livro tem um projeto gráfico lindo com bordas emolduradas! A Modo tem arrasado na publicação dos nacionais me deixando impressionada a cada livro que tenho a oportunidade de ter em mãos!

Simone O. Marques conseguiu me conquistar; quando penso que já li de tudo sobre vampiros vem ela e me surpreende criando um universo novo e dando um colorido todo especial ao tema! Sua narrativa é fácil e flui com perfeição.

Agridoce, foi como uma introdução a esse mundo diferente dos vampiros criados por Simone O. Marques, nele somos apresentados de maneira bem detalhada aos personagens e suas características! 

Anya é uma jovem que possui toda uma ingenuidade, aguém que ainda escuta o pai e dá importância ao que ele sente ou pensa. Algumas vezes isso é irritante, pois não parece que ela é uma jovem de vinte anos, porém seu comportamento é aceitável devido a maneira como fora criada. Os homens que a cercam, sejam eles meros humanos, escravos, vampiros, caçadores.. São todos de certa forma "sugados" por Anya, pois ela é detentora de beleza, delicadeza e doçura. É como se todos a sua volta caissem aos seus pés! Ela tem isso, de cativar todos ao seu redor. Achei isso meio louco, porém talvez seja o magnetismo possuído por aqueles que possuem o vampirismo! 


Todos os personagens foram fundamentais para a construção da história e cada um com suas peculiaridades! Alguns que a meu ver se destacaram:

O carinho e amizade que Ivan tem por Edgard, sua filha e tinha com a Bete (mãe de Anya) é admirável e palpável! Até eu me sentiria segura com alguém como ele por perto! E mesmo com toda a intensidade da relação de Ivan com Bete, Edgard prefere não pensar por este lado e simplesmente aceitar a amizade que Ivan demonstra sentir por ele e Anya.

Rafael (tutor) é um Deus Grego, ou seria vampiro Grego? rs Ele é todo misterioso, tenso, atraente! Mas não foi o meu personagem favorito. Ele sabe mais do que demonstra e achei que ele possui um pequeno desvio de caráter! Pode ter sido impressão, mas o fato de ele esconder determinadas coisas, mesmo eu sabendo que ele quer preservar sua espécie me deu raiva!
 
Daniel (escravo de Anya), é hilário com todo seu jeitão convencido e pasmem.. Ele é garoto de programa, marombado e se acha! Mas gostei dele. Achei ele bastante protetor com Anya. E percebemos sua mudança no decorrer das páginas. A ligação que um escravo tem com o portador é muito íntima e interessante! Meu personagem favorito!

Tem também o Dante, médico que atende Anya, após ela morder o mensageiro e quase se afogar, ele fica totalmente obcecado por Anya, pois ninguém parece lembrar que ela esteve no hospital a não ser ele. E durante todo o livro vemos um Dante completamente louco atrás de pistas que indiquem que Anya exista realmente. Ele inclusive tem uns sonhos loucos. Ele não foi meu personagem preferido, mas foi importante no suspense da trama! E o papel que ele desempenha liga ele irremediavelmente a Anya. 

Léo, irmão de Dante, é divertido e me cativou. Ele de alguma forma não tem seu sangue detectado por Anya e parece que tem o poder de tranquilizá-la, assim como se fazer ouvir por Dante, quando o mesmo parece estar fora de si! Não sei bem que tipo de papel ele irá desenvolver na trama que seguirá na continuação dessa história, mas espero que tenha mais destaque, pois curti muito ele!

A história tem todo um clima de suspense e mistérios e o final me deixou mega curiosa!Tem uma adrenalina que dá por querer saber o que acontecerá! Adorei! Outros personagens são introduzidos a trama logo ao fim do livro, já nos preparando para o que virá na continuação dessa história intrigante e cheia de mistérios!
O livro terá continuação e deverá estar sendo lançado no primeiro semestre de 2013, segundo a própia autora! 

Que venha Cítrico, segundo volume dessa história diferente escrita por Simone O. Marques!
Estou ansiosa para saber mais sobre esse mundo novo criado por Simone O. Marques!

ISBN:9788565588072
Livro:Agridoce
Autor (a):Simone O. Marques
Editora:Modo
Revisão:Bianca Machado
Capa:André Siqueira
Projeto Gráfico e Diagramação:Marina Avila
Ano:2012
Edição:1
Páginas:282
Avaliação: 4

8 comentários

  1. Bom dia Karini, tudo bem?
    Estou mais do que curiosa para ler Agridoce.. a sinopse já tinha me envolvido, aí li a sua resenha.... rsrs..
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adoro esse livro! Adorei também a sua resenha, ressaltou bem as coisas que eu mais gostei no Agridoce!
    Uma das coisas que eu mais gostei no livro é como ele te envolve na trama e te deixa pensando "oh meu deus, o que vai acontecer agora?". E, claro, o Daniel... ah... o Daniel....

    ResponderExcluir
  3. Oi Renata compartilho do mesmo sentimento que você! Adorei o livro! Simone realmente me surpreendeu com tantas particularidades criadas em Agridoce e isso é muito bom, pois não imaginava nada tão fora do que tenho lido. Adoro vampiros, mas ler uma nova versão sobre eles foi muito legal!

    E Daniel é fantástico! Torço por ele e Anya!

    Beijos e obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem sim Carol.
    Agridoce é muito bom! Acredito que irá te agradar essa leitura!
    Beijos e obrigada por sempre estar comentando!

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro livro de vampiros e esse parece mesmo diferente de tudo que eu já li!

    ResponderExcluir
  6. Livros sobre vampiros nunca saem de moda, principalmente quando o autor sabe inovar.
    Gostei da sinopse, capa e resenha.
    Vou adicionar a minha lista de leituras

    ResponderExcluir
  7. Preciso desse livro!
    Preciso,preciso, preciso!
    Eu sou fascinada por vampiros!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Karini.

    Este livro da Simone é sensacional. Li há muito tempo.

    Fiquei encantada pela trama e apaixonada pelos personagens, já que sempre fui fascinada pelo sobrenatural e com sensualidade e chocolate, foi bem inovador!

    Anseio pela continuação.

    Beijos.

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por