Resenha & Entrevista : O Trio - Alane S. A. Brito

28.8.12

ISBN:9788576797296
Livro: O Trio
Autor (a):Alane S. A. Brito
Editora:Novos Talentos
Capa:Adriano de Souza
Preparação de Texto:Fabrícia Romaniv
Diagramação:Francisco Martins
Revisão:Mariana Bortoletti
Ano:2012
Edição:1
Páginas:511
Avaliação:4

“Davi ainda precisou de uns instantes para organizar mentalmente o enredo da história... De fato, para ele mesmo, seria muito bom expor suas lembranças e assim, após tantos anos, alguém mais saberia quão especial ele considerava ter sido a sua infância..." Davi achava que seus piores problemas seriam dividir o forte sentimento que ele e seus dois amigos, Nelson e Jordan, nutriam pela mesma menina e tentar tornar a conturbada vida de um deles menos sofrida. Até que ao completarem dezoito anos a pequena vila no meio do nada onde moravam é invadida por homens violentos. É quando começa o maior desafio de suas vidas... Davi e Nelson conseguem fugir com mais alguns e, após se deparar com o sofrimento do amigo, Davi sente-se obrigado a retornar ao palco do grande massacre para resgata r Jordan. Para levarem ajuda aos outros sobreviventes que estão aprisionados, os três terão que juntar forças com seus desafetos, a fazer difíceis escolhas, e acabam descobrindo que, no fundo de suas almas, guardam uma grande garra e coragem jamais experimentados por nenhum deles... Existem erros tão graves que jamais possam ser perdoados? Abriria mão de um verdadeiro amor por causa de uma grande amizade? Descubra nessa história que é uma grande lição de amor, amizade e perdão...



Alane Brito nos apresenta uma história marcante sobre força, fé, amor, perdão, coragem e principalmente amizade.

A história tem inicio no ano de 1956 em Goiás com o retorno de Davi a sua terra natal após uma ausência de dez anos.

Ao chegar encontra um garoto morador da Vila onde se encontra e inicia uma conversa em que Davi compartilha um pouco sobre sua história de vida no tempo em que morou na Vila Velentino Duarte.

Davi inicia um passeio nostálgico por seu passado onde tem recordações de várias questões, inclusive de Nelson Beltrame e Jordan Merkel. Foi nessa Vila que uma amizade verdadeira surgiu entre eles.

Nesse clima de amizade o trio passa por diversos conflitos desde coisas simples como as questões que assombram todo adolescente (amor, desavenças, brigas sem fundamentos) a coisas mais sérias que iriam marcar de vez suas vidas.

Os três amigos são perdidamente apaixonados pela mesma garota, Yola. Até que Leonor surge na Vila e arrebata o coração do jovem Jordan.. Porém para seu azar o desprezível Nicolas se interessa também por Leonor.

Nicolas Mazzochi é um pouco mais velho que Jordan e sua maior função é fazer da vida de Jordan um verdadeiro inferno; apenas por prazer e maldade, devido à inveja que sente. Muitas cenas protagonizadas entre Jordan e Nicolas me deixaram com muita raiva.

A amizade dos três passa por altos e baixos desde a infância até a adolescência.
Em dado momento a Vila é invadida e a vida de pessoas ameaçadas e nesse ponto da história apenas o trio de amigos, Nicolas, Yola e Leonor podem fazer algo a respeito. E é aí que se inicia uma aventura onde todos são peças fundamentais para o desenrolar da história.

Não vou me estender muito contando sobre o enredo, pois tenho realmente receio de contar algo que seria muito mais interessante ser lido nas páginas escritas por Alane, por isso estou me contendo e espero que possam ter percebido a essência da história narrada por Alane em minha singela resenha.

O Trio é um livro que nos traz um misto de sentimentos que vai desde a raiva ao total extase da emoção, onde nos vemos torcendo para que as coisas saiam bem e até mesmo derramando lágrimas em situações vividas por seus personagens.

Alane possui uma narrativa contagiante que me fez devorar cada página ansiando por saber o que aconteceria nas vidas de Davi, Nelson e Jordan.
A história é marcada por conflitos e questões palpáveis e que podemos imaginar com muita facilidade, pois Alane nos dá cada detalhe necessário para isso.
Uma leitura muito prazerosa e que me conquistou. 
Alane é dessas que nasceram para escrever e emocionar! 

No decorrer da leitura nos deparamos com ilustrações muito bem feitas e que me encantaram e deram vida aos personagens criados por Alane Brito.



Viram que lindas?Os desenhos foram feitos pela própria autora. #adorei

Recomendo o livro para aqueles que estão interessados em fugir das modinhas literárias e mergulhar de cabeça em uma história que levanta muitas questões a respeito da amizade, amor, perdão e também da coragem.

Redes Sociais:




Pedi a Alane que respondesse algumas perguntas afim de que pudesse aproximar vocês ainda mais da autora e sua obra. Confiram abaixo:






Mix -  Como foi escrever O Trio?

Primeiramente preciso agradecer a Deus, por tudo em minha vida, a todos que me ajudaram nos mínimos detalhes e me apoiaram para que a realização desse sonho fosse possível! E também pela oportunidade que você está me dando, Karini, de falar um pouco mais sobre o meu livro. Então, vamos lá... Bom, escrever qualquer livro que seja, é maravilhoso! Eu fico em estado crítico! (risos) Muito ansiosa, não consigo comer direito, fico distraída, um caos! E com O Trio não foi diferente, ainda mais porque me apeguei muito aos personagens e pude, de certo modo, descrever um pouco da sensação de liberdade que eu tinha em minha infância. Nasci em cidade pequena, brincava na rua, fazia piqueniques em beira de riachos, ia para a fazenda de meu avô subir em árvores, “explorar” o território com minhas irmãs e primos... Foi muito bom! No caso desse livro o interessante foi poder juntar os personagens de duas histórias, pois, uma estava pronta, mas perdi ao empresta-la, então quis escrevê-la novamente, foi de onde eu tirei os três amigos e a outra eu tinha começado e a vontade de continuar sumiu, dessa eu tirei a vila e a invasão, Nícolas... Mas não me recordava direito da primeira e a segunda não saía de minha mente, então a ideia de juntar ambas surgiu, o que foi muito prazeroso, pois combinavam perfeitamente.

Mix - De onde surgiu a ideia para compor a personalidade dos personagens?

Hum... Acredito que foi o mais fácil, porque parece que o próprio personagem vai me mostrando quem ele é enquanto vou escrevendo, claro que para uns devo ter tirado algo de mim mesma... Mas, de qualquer forma, os protagonistas em geral, para mim, precisam ser agradáveis aos leitores, embora não possam ser perfeitos... Acho que eles têm que conquistar quem o está conhecendo. E como no mundo não existem apenas pessoas legais, eis que precisam surgir os antipáticos (risos). E a não ser que sejam psicopatas, até aos maldosos eu gosto de dar uma pitada de humanidade.

Mix - Fale um pouco sobre Davi, Nelson e Jordan.

Amo esse trio, sério! Vamos ver se consigo falar deles... Davi é o cara legal, aquele que podemos contar em situações complicadas, odeia injustiças. Procura sempre agir corretamente, apesar de falhar, como todo ser humano. Muito apaixonado. Quando gosta de alguém, gosta pra valer e desapegar dá trabalho. Se sente inferior aos outros no quesito aparência. A história é contada de acordo com o ponto de vista dele. Nelson é o divertido do grupo, mas à medida que a história é contada ele vai ficando mais amadurecido, embora sem nunca perder, de fato, seu ar cômico. É o tipo de rapaz que agrada as moças, por ser muito bonito e ter um belo porte. Também é um bom amigo e em situações difíceis não hesita em tomar alguma providência, especialmente quando se trata de ter que usar a força física. Jordan... Não vou falar muito dele para não entregar o mistério da trama... Mas é uma pessoa muito agradável. Apesar de ser belíssimo, não pode usufruir de seus atrativos, pois passa grande parte de sua juventude sendo desprezado e apontado como culpado por crimes na pequena vila onde mora, é muito carente por causa da maneira como é tratado. Ele pode ser a vítima ou o vilão da história...  

Mix -  Você possui outros projetos?

Tenho sim! Atualmente estou revisando um que escrevi há muitos anos, bem antes de O Trio, que foi o último que concluí. Tenho outros precisando de revisão e estou com vontade de continuar um que comecei e parei ou começar outro... Ando meio confusa ultimamente... (risos)

Mix - Fale um pouco sobre você.

Sempre é difícil falar de mim mesma... Sou casada, temente a Deus, tenho uma filhinha de quatro anos, sou o cúmulo da timidez, falar em público é o meu maior pesadelo, amo tudo o que é relacionado à ficção, obcecada por personagens, seja de filmes, desenhos ou livros... Não sei o motivo de me chamarem de “viciada em Shopping” (risos), sou sempre muito ansiosa, com tudo! Acho que é isso... Sério, não tenho muito a dizer.

Mix -  Que mensagem você deixa para o leitor do Mix?

Mais uma vez te agradeço pela oportunidade, Karini, amei responder a todas as perguntas! Blogs como o seu têm sido cruciais nessa carreira que escolhi! Muito obrigada mesmo! E o que eu sempre tenho dito é para darem chances para os autores nacionais, para nós iniciantes, não tenham preconceito, pois têm muita gente transbordando de talento e vocês podem se encantar também por nossas histórias, assim como se encantam pelas que chegam lá de fora. É um caminho bastante difícil que se percorre até a conquista da publicação de um livro, só que conseguir reconhecimento é muito mais complicado e para isso, dependemos de Deus, é claro, mas também do apoio de todos vocês! Obrigada a cada um que cedeu um tempinho para ler essa entrevista e espero que tenham oportunidade de conhecerem meu trabalho e penetrarem na vida desse trio que amo tanto! Um grande beijo!
Alane, eu fico imensamente contente quando leio um livro nacional que não perde em nada para os livros estrangeiros. Me sinto orgulhosa! 
Fico martelando aqui no Mix que os leitores devem dar oportunidade para a literatura nacional que vem surpreendendo e inovando muito.

Desejo sucesso em sua carreira literária e que você não desista.. Sei que o caminho possui muitos obstáculos, mas acredito no potencial de autores como você!

11 comentários

  1. Depois de ler tudo isso estou assim, ó: *o*
    Karini, que resenha linda! Obrigada pelos elogios, eu fico muito sem jeito quando alguém fala dessa forma sobre mim e meu trabalho! Mas não deixa de colocar meu ego lá em cima! Que felicidade que tenha gostado tanto! Parabéns pelo trabalho que tem feito, pela ajuda que tem dado aos autores nacionais! Sem vocês, donos de blogs literários, estaríamos muito perdidos! Te desejo muito, muito, muito, muito sucesso!
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  2. O Trio é sensacional não é?!
    Eu não canso de elogiar este livro que me marcou tanto e facilmente se transformou na minha melhor leitura dos últimos tempos.
    # Adoro também!!!!


    Vanessa - http://balaiodelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Vanessa O Trio é muito bom mesmo! Fui feliz ao ler esse livro! Espero que outras pessoas tenham o mesmo prazer que nós tivemos!

    ResponderExcluir
  4. Alane você merece todos os elogios e muito mais!
    Desejo muito sucesso a você também! E como eu disse.. Não desista, autores como você fazem a diferença!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Karini, tudo bem?
    Eu disse a você que o livro é ótimo, não é? Quando eu li também amei... A Alane escreve muito bem, e como eu comentei com ela, eu discuti com os personagens durante algumas cenas rsrs.
    Amei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Interessante a história e deve ser bem forte. Afinal um tema como amizade, traição e tudo mais geralmente tende a fazer emocionar!

    ResponderExcluir
  7. A capa do livro é bem legal, diferente das capas que vemos geralmente.
    As ilustrações são bem feitas.
    A entrevista com a autora ficou muito legal! Ela demonstrou ser muito simpática e atenciosa!

    Vou adicionar nas minhas próximas compras.

    ResponderExcluir
  8. O livro parece ser bom.
    A autora é muito simpática e desenha muito.

    ResponderExcluir
  9. Gosto de livros assim, que fale bastante das relações humanas.

    ResponderExcluir
  10. Oie =)
    estou participando do Book Tour desse livro, ainda não li, mas já estou ansiosa. Já li algumas resenha e a tua só veio para complementar.
    Creio que irei me emocionar ao ler esse livro.
    ansiosa demais aqui! rs
    beliscões

    ResponderExcluir
  11. Gostei do tema e também das ilustrações. A entrevista ficou muito boa!
    Quero ler.

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por