Resenha: Entre a Nobreza e o Crime – Jane Herman

ISBN: 978-85429-31-3
Título: Entre a Nobreza e o Crime 
Autor: Jane Herman
Editora: Lio
Capa: Renata Milan
Diagramação: Davi Caseira
Revisão: Fernanda Duarte Ribeiro
Edição: 1
Ano: 2012
Páginas: 671
Onde comprar:Editora Lio
Avaliação: 5

Irene Hargensen nasceu no seio de uma das mais proeminentes famílias nobres da Inglaterra do século XXI. Filha de um barão com fortes aspirações políticas, ela habituou-se a um mundo em que a moral acima de todos os julgamentos manifestada perante a sociedade é bem diferente daquela que é posta em prática nos seus bastidores. Cedo demais, Irene descobriu o que poderia fazer pelo bem familiar – e perder em nome dele também. Sua vida de interesses é afetada quando o irmão Heinrich, um célebre causador de problemas, é brutalmente assassinado nas ruas de Londres. Querendo vingar sua perda, ela vai ao rastro de Viktor Morgan, genro do homem mais temido do mundo e alto criminoso da Máfia Russa. Ele aceita ajudá-la, mas cobrando um preço alto demais para ser exigido de uma dama da nobreza. O que Viktor não esperava era que fosse dragado para os porões mais sinistros dos segredos de Irene, e que ele mesmo sentisse a necessidade de rebocá-la para o seu mundo. Um romance em que os limites entre nobreza e crime se perdem na medida em que Viktor e Irene, opostos que se atraem irremediavelmente, embarcam em um jogo de paixão e interesses sem direito a vencedores – e potencialmente mortal.

Ao começar a minha resenha, tenho que avisar que esse é um livro muito difícil de ser resenhado sem soltar spoiler. O livro tem quase 700 páginas e muitos acontecimentos no decorrer da leitura. Fica complicado para o leitor escrever sobre ele, sem contar alguns fatos.

Entre a nobreza e o crime é o tipo de livro que causa uma imensidade de sentimentos contraditórios nos leitores. Em determinados momentos você suspira com os protagonistas, em outros sente ódio mortal por suas atitudes, ao passar para outros capítulos sente pena, amor, medo e sofre com eles. A autora criou uma atmosfera tão complexa, plausível e palpável, enredando os seus leitores em sua trama, que é impossível não mergulhar de cabeça nela. O único fato inegável em tudo isso, é que mesmo com as personalidades forte e às vezes perversa dos protagonistas, o leitor acaba torcendo por eles. A coisa é tão bem feita, que deixa a impossibilidade de torcer contra o casal, mesmo a relação sendo perigosa, imoral e adultera.

A história foi postada na net como Fanfic, cativando muitos leitores nesse enredo tão fascinante. Muitos autores têm surgido nessa safra de fanfiqueiros e Jane fez um brilhante trabalho, postando seus capítulos periodicamente no Nyah, sem ajuda de uma beta, coisa que considero muito difícil.

Além da trama ser muito bem feita, com detalhes minuciosos nas cenas, a autora usa uma linguagem requintada e perfeccionista. Jane Herman conseguiu superar todas as minhas perspectivas e o livro entrou para a lista dos meus favoritos, antes mesmo de eu chegar à metade da leitura. Só para terem uma ideia do que falo, comecei a ler em uma sexta feira a noite e terminei na segunda. Fiquei três dias sem dormir, com dor de cabeça e exausta, mas ao chegar ao último capítulo, eu me senti triste e desesperada por mais. Se a autora fizesse um livro com 1500 páginas, eu não me importaria. Naquele momento, só queria que não acabasse e já me sentia em desespero pela possibilidade de esperar um segundo lançamento. Não é qualquer autor que consegue esse tipo de façanha depois de seiscentas e poucas páginas. Então tenho que dar salva de palmas para Jane e toda a sua perspicácia.

Irene Hargensen é a filha mais velha de um barão linha dura, autoritário, frio e ambicioso. Durante toda a sua vida viveu sobre o julgo do pai, sem amor nem mesmo da mãe e tendo como consolo o irmão Heinrich. Ao perder o irmão, brutalmente assassinado, Irene vê seu mundo desabando. O noivo Leonard e sua amiga Susan, tentam consolá-la nesse momento difícil, mas em seu coração existe uma grande dor pela perda e consciência pesada.

Tomada de ira, decide fazer justiça com as próprias mãos. Em sua busca pela vingança, Irene vai à procura de um mafioso, Viktor Morgan, para pedir ajuda. Sua intenção é encontrar e matar o assassino do irmão.

Viktor recebe aquela mulher altiva, de nariz empinado, tom arrogante e aparência ultrajada pela impaciência, propondo-lhe um trato: Ele a ajuda a matar o assassino do irmão e ela passa uma noite com ele.

 - Desconfio que ser tão bobinha não 
combine com você. –Viktor chegou-se, tornando a
 pouca a distância inexistente. Tomou-lhe uma 
mecha do cabelo de fogo nas mãos, cheirando-a 
com vontade. Eram morangos silvestres, na cor 
e na fragrância, e bem poderiam marcar o
 travesseiro. – Você. Na minha cama. Comigo 
a noite inteira, para que eu faça o que eu quiser.
Página 40

A partir daí a trama toma um rumo delicioso. Irene nunca foi mulher de temer desafios e voltar atrás na palavra. Ela aceita o acordo com o mafioso e começa a trabalhar com ele, aprendendo o manuseio de armas, a fim de assassinar o algoz do seu amado irmão.

As coisas saem como planejado e Irene consegue o que deseja, mas é confrontada por uma terrível verdade na frente do mafioso, que descobre que a relação entre irmãos ia muito além do amor fraternal. Viktor fica furioso e se sentindo usado por ela. Decide então lhe dar a maior lição de sua vida.

A noite dos dois começa com toque de sedução e um prazeroso requinte de crueldade. Mas Viktor acaba cedendo àquela mulher encantadoramente devassa e altiva, desfrutando com ela a noite de sexo mais incrível do mundo.

A relação dos dois, que deveria acabar nesse encontro, avança por investidas dele, fazendo a intimidade entre os dois crescer pouco a pouco. E Irene, mesmo com sua arrogância e humor negro, acaba cedendo aos encantos do mafioso e desfrutando de momentos deliciosos em sua cama. Já Viktor, deixa os negócios, a esposa  Daria e a amante Raven em segundo plano, para ter o prazer de desfrutar de mais momentos apaixonantes com sua “Irina”.

Na relação dos dois existe um jogo de poder sensual. Ele deixa claro quem manda, mas ela o desafia, usando sua máscara de crueldade e sarcasmo. Mesmo assim Viktor consegue, na maioria das vezes, dominar nesse jogo de sedução. Mas as coisas começam a mudar quando o noivo Leonard volta da África e Irene deixa claro que ele é sua prioridade e que Viktor não significa nada. Os dois acabam rompendo a relação e sofrendo muito com isso, mesmo que não deem o braço a torcer, fica claro que existe uma ligação forte.

Quando são confrontados novamente, Irene percebe seus verdadeiros sentimentos por ele e decide romper o noivado. Para acabar com a relação com Leonard, por quem sente gratidão e respeito, mais uma vez precisa usar sua velha máscara de crueldade e feri-lo sem seu intimo.
Ela também precisa enfrentar o pai Bernard, que necessita do apoio o seu sogro para chegar a primeiro ministro da Inglaterra. O pai que sempre usou a filha, acha que ela cederá mais uma vez, deixando ser um joguete nesse jogo de poder. Porém Irene se mostra obstinada e rompe com a família.

Depois de uma breve viagem com seus amigos Jesse e Susan, para avaliar os sentimentos, Irene percebe que não pode mais viver longe de Viktor e vai direto ao seu encontro. Ele coloca suas condições e ela aceita. A partir daí, passa a ser oficialmente amante do maior criminoso do país, sendo alvo dos comentários da sociedade e investigada pela polícia.

- Eu quero o Senhor para mim. – respondeu com a voz firme.
 – Nem que para isso eu perca todo o pouco que me resta.

- Você está tremendo de ansiedade, porque anseia pelo sexo
Que não fizemos na sua festa, e mais que isso, anseia pelo prazer
Que Howard não foi capaz de lhe proporcionar. -  soprou-lhe
A clavícula, fazendo-a gemer. - Mas eu não sou idiota Hargensen.
Se você está comigo, estará “somente” comigo. Irei até
Sua cama quando eu bem entender, e quanto eu estiver
com minha esposa, quero o meu lugar
frio e inteiramente desocupado.
Página 275

Viktor dá para Irene uma enorme e luxuosa casa, cerca-a de seguranças e deixa claro, inclusive para sua esposa e para o sogro -  chefe da organização, que ela é sua amante e que pretende mantê-la.

A relação entre Viktor e Irene é apaixonada, apaixonante e deliciosa. Somente ela consegue tirá-lo do sério, com palavras ácidas e maldosas quando quer algo ou está com raiva, usando um humor negro que é único. Ele tenta mostrar quem manda, mas no final acaba cedendo aos seus desejos. Os dois são perfeitos juntos e de certa forma cuidam um do outro. A autora mostra em várias passagens que nos momentos mais difíceis e delicados para Viktor, é Irene quem o consola e o ajuda a superar a dor, frustração e a raiva. Ele tem um cuidado ao extremo com ela, temendo pela sua vida, sua saúde e o bem estar. Temos cenas tão fofas que chegam a deixar o coração apertado e emocionado.

Ao mesmo tempo em que Irene é a salvação de Viktor, também é a sua perdição. Por causa dela ele desafia o sofro e retira os investimentos para apoiar a candidatura do seu pai. No final das contas, mesmo ele sendo o dominante, ela consegue o que quer dele quando o tem em sua cama.

Quero deixar claro que Viktor é um herói e ao mesmo tempo um anti-herói da história. Ele é um assassino, mafioso, adultero, cafetão e tudo o que um bandido pode ser. Às vezes fiquei com raiva de suas atitudes e até com um pouco de medo. Senti raiva pela forma como tratou Irene nos momentos de ciúmes e a humilhou com palavras depreciativas. O seu temperamento explosivo o leva a algumas atitudes extremas. Mas quando digo que ele é o herói é porque apesar de seus defeitos, Viktor é leal, na medida do possível, com quem é leal com ele. Cuida da família, dos empregados, de Irene e sempre diz que tem a consciência tranquila por não ter derramado sangue inocente. Ao ler sobre sua personalidade e atos, o leitor fica entre o amor e o ódio, tropeçando na corda bamba. Mas ao final dela, mesmo com os defeitos, torna-se impossível não amar e torcer por ele.

Irene é arrogante ao extremo, debochada, irritante, altiva, prepotente e suas palavras têm o poder de ferir. Ao longo do livro somos apresentados a sua vida, desde a infância, e conseguimos entender sua personalidade e os seus defeitos. No decorrer da leitura Irene muda bastante e torna-se menos egoísta. Por mais que ela tenha aprendido a ser dura com a vida, Viktor mostra as coisas de outra perspectiva. Assim ela passa a respeita mais as pessoas, principalmente os empregados, demonstrando que não é tão dura quanto parece ser. E em sua relação com Viktor, percebemos o cuidado e a sua preocupação com ele. Você já ouviu que cada um tem a sua tampa da panela? Essa é uma expressão muito velha, mas eu diria que se encaixa perfeitamente com Viktor e Irene. Eles são perfeitos e se completam. Um acaba compensando o déficit do outro em alguma coisa, balanceando a relação e o temperamento de ambos.

Também quero destacar que a narrativa é super sensual, sem ser vulgar. A autora consegue criar cenas hots no limite certo para a história, deixando-a ainda mais interessante e intrigante. Mas ela não usa de artifícios eróticos e vulgares de alguns livros hots. As cenas são ponderadas na medida certa, deixando o leitor satisfeito com o resultado final.

Entre a nobreza e o Crime é um livro cheio de facetas que o leitor simplesmente acaba se entregando a leitura. Esse foi o melhor livro que li esse ano, sem dúvida. Olha que já li muitos livros, mas continuo com gosto de quero mais e mesmo parecendo uma bíblia, de tão grosso. Às vezes pego e leio alguma passagem dele. Então posso dizer que é simplesmente INCRÍVEL e que é uma leitura SUPER recomendada.

Esperarei, roendo as unhas, até o lançamento do segundo livro. E espero, sinceramente, que a autora não demore. Já estou ansiosa demais nesse momento.

Espero realmente que goste! Em agosto teremos sorteio aqui no Mix.

Bjs no core

43 comentários:

  1. Adorei a resenha! O livro também é o meu favorito do ano!

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li o meu! Mas ele está aqui e com um autorgrafo lindo da querida Jane! Este livro era um super, ultra desejado. Quase que os correios perdem meu exemplar, por sorte ele chegou bonitinho em minhas mãos!

    Assim que eu terminar a minha fila de parceiros esta será minha leitura da minha lista de desejados!

    Surtei cada vez que a Glau comentava algo sobre o livro por telefone! E até hoje dou uma de maluca e pego meu exemplar para cheirar e tocar!
    #SouEstranhaSim

    ResponderExcluir
  3. Olá, meninas!


    Que resenha mais linda e enorme, bem digna do tamanhã que é EANEOC! Nem preciso dizer que fiquei toda bobinha com os elogios da Glau. É sempre especial ser reconhecido por outro autor! hehehe.


    Muito obrigada por toda a gentileza e apoio!


    Beijos,
    Jane.

    ResponderExcluir
  4. Um livro de respeito tanto pelo tamanho, qto pelo conteúdo e recebeu uma resenha a altura. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Gláucia, tudo bem?
    Estou com invejinha de você!! Estou louca por esse livro! E depois de ler a sua resenha já entrei em desespero rs..
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. 700 páginas?! Nossa! Tem ser ótimo para prender a atenção mas pela sua resenha dá para ver que essa mistura de nobreza e crime faz sim...uma ótima história.

    ResponderExcluir
  7. Sem dúvida que esta sua resenha me fascinou xD
    O livro parece ser fabuloso!!!

    ResponderExcluir
  8. ótima resenha, estouu super ansiosa pra começar a leer esse livro *-*

    ResponderExcluir
  9. Nossa eu fiquei muito curiosa pra ler esse livro,principalmente porque eu adoro fics ^^
    E amo livros grandes,tenho certeza que vou amar ele *-*

    ResponderExcluir
  10. Opa!!!
    Adorei a resenha!
    Acho demais quando uma fic vira livro, ainda mais de autora brasileira!! Muito orgulho!!1
    Doida pra ler o livro!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu acompanho essa história desde 2010, desde os tempos que eu e muitas perturbavamos a Jane falando que EANEOC tinha que virar livro rsrs
    Já li o meu livro e concordo sobre a trama ser bem feita, a Jane não deixa buracos na história, e a cada capítulo da aquele friozinho na barriga, porque tanto a Milady quanto o Mafioso são pessoas que nunca sabemos com certeza o que eles vão fazer, é sempre um mistério.
    Fico muito feliz em ver essa história em livro, tantas pessoas conhecendo essa trama que me conquistou e a muitas, durante anos.
    Ansiosa para o livro II, apesar de ja acompanhar a fanfic, a Jane sempre consegue melhorar as coisas :D

    ResponderExcluir
  12. Já comprei o livro e estou cheia de expectativas! Bjo!

    ResponderExcluir
  13. Resenha Maravilhosa! Livro super liindo!

    ResponderExcluir
  14. Comecei a acompanhar a fanfic quando ainda estava no começo.
    E comprei o livro assim quando eu soube que seria lançado.
    A sinopse foi maravilhosa e fez jus com o livro que é magnifico.
    PS:Sou apaixonada pela Milady e o Mafiosão
    Viktor ;D

    ResponderExcluir
  15. Nossa, esse livro parece ser ótimo, e sua resenha pra lá de convincente. Tenho que ler essa história de qualquer jeito.

    ResponderExcluir
  16. Eu comecei a ler a fanfic e estava acostumada com romances melosinhos em que os personagens são perfeitos e queridos, os facilmente amáveis. Em EANEOC, não tem nada disso. Eu fiquei chocada nos primeiros capítulos, os personagens são cruéis, não tem nada de bonzinhos. O romance é louco, os suspiros que eu dei foram de surpresa, não por ser bonitinho. Você se apaixona fácil pelos personagens e os odeia na mesma proporção. É um livro FANTÁSTICO! Dou os parabéns à Glaucia, porque realmente não é nada fácil fazer uma resenha sobre ele, mas ela fez com maestria!

    ResponderExcluir
  17. Que resenha perfeita!
    Sei o quanto é difícil resenhar sem soltar spoiler rs
    Adorei, não conhecia o livro, mas depois do que li aqui com certeza entrará na minha lista HAHA
    Beijo*

    ResponderExcluir
  18. Pelo nome do livro eu jamais imaginaria que esconde uma história tão envolvente : uma irmã que quer vingar o assassinato do irmão, um amor proibido que cresce a cada página do livro.
    Estou louca para ler.

    ResponderExcluir
  19. Parabens pela resenha ficou maravilhosa!!! Eu leio essa historia já ha algum tempo e sempre fico na expectativa do proximo capitulo, pois a Jane escreve divinamente e nos deixa sempre ansiosas por mais!!!


    Bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  20. Minha amiga falou que ia comprar só porque eu mencionei este livro - que antes era uma fanfic.
    Fiquei com mais inveja ainda! HAHAHAHA
    Já acompanho esta história há algum tempo nos sites de fanfics. Incrível!

    ResponderExcluir
  21. adorei a resenha, sou super fã de fics e tenho certeza que aquelas 300 e tantas recomendações é um numero muito pequeno ao que a autora já tem de admiradores!!

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito da resenha.. bem detalhada..

    ResponderExcluir
  23. Comecei a ler como fanfic, é claro, e estou louca para ler o livro que ainda não tive oportunidades.

    ResponderExcluir
  24. aaaaaah, eu li a resenha e já me apaixonei pelo livroooo! Preciso leeeeer!

    ResponderExcluir
  25. ansiosa ao extremo pra poder ler! Um dos melhores livros que se pode ler!!! *-*

    ResponderExcluir
  26. Bela resenha. Fiquei interessada em ler.

    ResponderExcluir
  27. Eu lembro de ter começado a ler a fanfiction pelo nyah e depois ela virou livro, e que livro. A capa é simplesmente linda e a história melhor ainda, quero muito esse livro.

    ResponderExcluir
  28. Que resenha mais envolvente. Fiquei com gostinho de quero mais. É mais um livros para minha listinhaaaaaaaaaaaaaaaaaa de desejados.


    Um leve bater de asas para todos!!!!!!

    ResponderExcluir
  29. Eu vi a resenha desse livro em outro blog, e quando fui add no skoob vi seu comentário lá, e vim correndo :)

    Menina, eu fiquei muuiitoo louca para ler esse livro! Adorei a sinopse, e adoro personagens metidas a besta! hahahahha Nossa, e sem falar que sua resenha colocou o livro ainda mais pra cima, minha curiosidade aumentou ainda mais...

    Sério, adoro o carinho que você demonstra pelos livros que lê :) Continue assim: fazendo eu querer ler todos eles! rsrs

    Beijo

    ResponderExcluir
  30. Nossa, nunca imaginei que esse livro tivesse esse enredo. Fiquei curiosa e ao mesmo tempo exausta em pensar em quase 700 paginas. Eu sofro pra escrever 200! KKK
    Adorei o enredo, fiquei imaginando os dois nessa luta entre poderes e sedução e curiosa de como ela descobriu o amor pelo irmão.
    Quero muito ler e ante dessa resenha eu não tinha muito interesse não, confesso. Beijo Mari

    ResponderExcluir
  31. Li a na época que era uma Fanfic, e AMEI toh loca para ler o livro
    E essa resenha só aumentou a vontade !!!

    ResponderExcluir
  32. Adorei a capa desse livro e lendo seu post quero muito ler esse livro, e tb fiquei com um sentimento de que eles não estão vivendo um romance q estamos acostumados os politicamente corretos...
    E me peguei pensando na esposa dele, como ela é colocada no livro e se é colocada....

    ResponderExcluir
  33. um ótimo livroo , recomendoo *-* escrita e história muito bons , sua resenha está digna do livroo ;**

    ResponderExcluir
  34. A Jane e a Natália Marques são minhas duas escritoras preferidas, que passaram de ficwriters para autoras de livros incríveis e eu fico muito orgulhosa das duas!
    Lia EANOC quando ainda era fanfic, assim como lia A Infiltrada e não tem como não gostar dessa história!

    ResponderExcluir
  35. aaaaah AMOOO MUITOO ACOMPANHO A FANFIC A MESES PELA INTERNET! QUANDO FOI PUBLICADO PIREI, ESTORIA MARAVILHOSAAAA!

    ResponderExcluir
  36. Que resenha grande, hein?!?!?! Rsrsrs Mas muito boa. Gostei muito da história, mas o que me deixa um pouco desanimado é a quantidade de páginas dele. De qualquer maneira, gostei.


    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  37. Pela resenha, parece ser um ótimo livro. Estou ansiosamente ansiosa para começar a ler e me envolver com essa história e seus personagens.

    ResponderExcluir
  38. Noss. Noss. Noss. esses trechos me deixaram assim: "what?! porque eu ainda não li esse livro???!!" muito muito foda e com essa resenha é melhor ainda.

    ResponderExcluir
  39. Eu vi a resenha desse livro em outro blog, e quando fui add no skoob vi seu comentário lá, e vim correndo :)

    Menina, eu fiquei muuiitoo louca para ler esse livro! Adorei a sinopse, e adoro personagens metidas a besta! hahahahha Nossa, e sem falar que sua resenha colocou o livro ainda mais pra cima, minha curiosidade aumentou ainda mais...

    Sério, adoro o carinho que você demonstra pelos livros que lê :) Continue assim: fazendo eu querer ler todos eles! rsrs

    Beijo

    ResponderExcluir
  40. Acabei de adquirir o livro, vou lê-lo assim que terminar minhas provas :)

    ResponderExcluir