Resenha: A sensitiva – Hanna Howell

ISBN: 9788563066510
Título: A sensitiva
Trilogia: Os Wherlocke
Autora: Hanna Howell
Editora: Lua de papel
Edição: 1
Ano: 2011
Páginas: 211
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Cultura
Avaliação: 4/5

Sinopse:
Segredos e intrigas como o estopim de paixões perigosas. Por toda a Londres do século XVIII, é possível ouvir sussurros e boatos sobre os dons inexplicáveis da família Wherlocke. Mas o Lorde Ashton, um homem com firmes convicções, é uma das vozes mais céticas de seu tempo, e tudo caminhava para continuar assim... até encontrar uma bela mulher desacordada, largada no quarto de um bordel. A mulher misteriosa é Penélope Wherlocke, e seu dom especial a levou para um mundo perigoso de alta sociedade, quando foi sequestrada e vendida a uma cafetina criminosa. Ao vê-la, Ashton ficou enfeitiçado. Algo lhe diz que deveria esquecê-la, mas é atraído cada vez mais para a vida dela, transformando-se em seu protetor. Porém, Penélope é uma mulher com ideias próprias, algo que sempre a afastou dos homens de sua época, mas enfim encontra alguém seguro e capaz de lidar com suas habilidades sobrenaturais.


Esse é o segundo livro da Trilogia e nele conhecemos a estória de Penélope Wherlocke, que é uma poderosa sensitiva. O que a autora teve de fios soltos na trama anterior, conseguiu amarrar nesse segundo livro. E devo dizer que apesar das críticas negativas a essa trilogia, gostei muito dele.

Penélope é uma órfã de pai e mãe, que vive sob o julgo dos irmãos de criação Charles e Clarissa. Todos os bens que o pai deixou, passaram para a família do padrasto e ela vive como se fosse uma empregada, utilizando os restos de roupas, comida e escondida em um sótão. O seu único consolo é poder cuidar dos irmãos, bastardos, e os primos abandonados na “toca”.

Um dia Penélope é seqüestrada e levada para um bordel. Lá ela é drogada e presa a uma cama para ser oferecida aos fregueses da casa. No meio desse torpor, Pen vê o espírito de uma jovem naquele quarto e descobre que ali houve uma morte. Mas ela está muito drogada para conseguir raciocinar.

Um homem lindo e misterioso entra no quarto, e Pen tenta contar a ele que foi seqüestrada da melhor forma possível. Por incrível que pareça, o homem que a compra acredita em suas palavras e se junto com seus amigos a ajuda sair daquele local.

Começa a trama misteriosa e surpreendente entre Penélpe Wherlocke e Lord Ashton. Os dois se apaixonam logo nos primeiros momentos juntos, mas existe uma grande complicação: Ashton é noivo de sua meia irmã Clarissa e não tem como romper o noivado, por motivos financeiros.

Após a sua recuperação, Pen sofre novos atentados e Ashton e seus amigos começam a investigar os motivos dos acontecimentos, envolvendo-se me uma trama perigosa tanto para eles quanto para ela. Os dons de Pen a levam até o local onde várias mortes ocorreram e ficam ainda mais próximos da verdade. Quando a situação se complica, mais uma vez os talentosos parentes Wherlocke’s aparecem para ajudar a nossa heroína, dando um ar de descontração a trama.

Gostaria muito de contar mais. Infelizmente ao fazer uma resenha temos que falar o menos possível sobre os acontecimentos do livro, chegando a superficialidade. Mas posso garantir que essa trama foi bem mais trabalhada do que a do primeiro livro e o leitor consegue acompanhar sem se perder. O casal é apaixonante e nos faz torcer por um final feliz para os dois no meio de tantas complicações. Os parentes Wherlocke’s são sempre divertidos e me fazem rir um pouco. Por tudo isso devo dizer que gostei desse livro e ele ganha de mim quatro estrelas na avaliação.

Espero realmente que gostem!

Bjs no core
Glau

8 comentários:

  1. É um livro que vc pode ler sem ter lido o primeiro?
    Gosto de livros assim e esse parece-me trabalhar muito bem essa questão do dom dela.
    bjuss

    Nâna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom...se fosse vc leria em ordem....Fica mais fácil...

      Excluir
  2. Ariana, amore, eles não são continuação um do outro. A úncia coisa que têm em comum são as famílias e poderes. Pode ler sem ler o outro.

    bjs no core

    ResponderExcluir
  3. Glau... amei a sua resenha *-* E agora estou louquinha para ler esse livro *-* Necessito ler esse livro agora já está na minha lista...

    Beijinhos,
    Kimy Gabrielli.
    http://blogkimygabrielli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Kimy amore, apesar dessa trilogia ter resenhas negativas, eu gostei muito desse livro a amei ainda mais o terceiro. Isso é uma questão de gosto. Nem todos apreciam históricos. Eu AMO.

    Obrigada por comentar.
    bjs no core

    ResponderExcluir
  5. Olá, passeando pela blogosfera, achei seu blog! Adorei ele e já virei seguidora! =]

    Te convido para conhecer meu blog tbm...

    Star Fashion!!!
    http://www.starfashionmakeup.com.br/

    Sera ótimo se vc quiser seguir o meu tbm... =] hehe

    Te espero lá!!!!

    BeeeeijO!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito desse livro e espero ansiosa para ler o livro 4 da série em que finalmente vai ter um protagonista masculino da família!

    ----Leituras & Fofuras----
    www.leiturasefofuras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler essa série.

    Vi uma vez os livros na livraria e achei fofo as capas e as fitinhas.
    A história tb me interossou muito e sua resenha está otima.

    ResponderExcluir