Resenha: O Prazer Mais Sombrio – Senhores do Mundo Subterrâneo – Gena Showalter

ISBN: 9788576877707
Título: O prazer mais sombrio
Série: Senhores do Mundo Subterrâneo
Autora: Gena Showalter
Editora: Harlequin Books
Edição: 1
Ano: 2010
Páginas: 400
Avaliação: 5/5
Há milênios, quando os deuses habitavam o mundo, doze gregos foram condenados a carregar por toda a eternidade os espíritos malignos que libertaram da caixa de Pandora. Agora, eles precisam encontrar a única relíquia capaz de dar fim a seu sofrimento... ainda que possa destruí-los. Guardião de Dor, Reyes enfrenta um dilema mais dilacerante do que as garras de seu demônio. Embora desejasse Danika Ford, uma humana comum, ele deveria escolher entre o seu amor e a lealdade a um dos guerreiros acometidos pela maldição: Aeron, guardião de Ira, a serviço dos deuses para aniquilar Danika e toda a sua família. Se Reyes permitisse que Aeron cumprisse sua missão, perderia a única mulher capaz de proporcionar um prazer maior do que a dor. Entretanto, ao neutralizar seu companheiro, Reyes abrira uma brecha para que Danika fosse capturada pelos Caçadores, cujos planos eram torná-la uma Isca. Agora, deverá arriscar a própria alma para savá-la. Ainda que estranhe o fato de os deuses desejarem a eliminação de uma mera mortal


Esse é o terceiro livro dessa série surpreendente e fascinante. Mais uma vez a autora soube como misturar os elementos mitológicos com os contemporâneos, de forma que o leitor se sentisse completamente à vontade com mitologia Grega e não achasse estranha a mistura dos dois mundos. Ele não foi o meu preferido, devo dizer, mas também traz uma narrativa envolvente, que excita o leitor e o faz torcer pelo casal desde o início. Sem falar que a leitura é bem rápida e se houver tempo e disposição, é possível lê-lo em um dia.

A estória começa no livro um e é trabalhada, de forma singela, nos dois primeiros livros para que o leitor sinta-se familiarizado com o casal. Para quem leu os outros dois, é de conhecimento que no primeiro livro Aeron, o guerreiro possuidor do demônio da Ira, recebeu a missão de matar quatro mulheres de uma família, ordenado por Cronos. Essas mulheres foram seqüestradas e mantidas em cativeiro na fortaleza dos guerreiros. Já Aeron foi contido para não concluir a sua missão. É durante esse período que surge a atração entre Reyes, o guerreiro possuidor do demônio da Dor, e  Danika, uma jovem forte, obstinada e com um estranho dom.

Danika e sua família são libertadas na primeira trama e fogem. Aeron é aprisionado por Reyes, mas não consegue tirar da cabeça e do coração essa estranha jovem. Ele faz o possível para se manter longe, apesar do seu corpo clamar por ela. Quando descobre que está correndo perigo, nas mãos dos caçadores, vai ao seu socorro e a resgata. Ela, que já havia sofrido horrores, junto com sua família, aceita ser uma espiã dos caçadores e se faz valer dos sentimentos e confiança do guerreiro para conseguir informações.

Os guerreiros descobrem os dons de Danika e o motivo pelo qual Cronos deseja exterminar sua família. Nesse momento é imprescindível mantê-la viva e em proteção. Aeron está cada vez mais irado e violento, tornando os confrontos inevitáveis. Já Danika se vê em conflito entre os sentimentos por Reyes e o ódio pelo que foi feito à família.

A atração entre os dois é insuportável. Mesmo ela tentando lutar contra o seu captor e ele tentando afastar a inocente jovem, para que o seu demônio não a machuque e a corrompa, acaba levando para o inevitável. Porém essa relação não é nada fácil. Reyes só consegue sentir prazer através da Dor e tenta o possível para não arrastar Danika para o que considera errado e sujo. Ela quer proporcionar prazer ao guerreiro, mesmo contra sua vontade. Os dois acabam em um impasse delicioso...  

Novos fatos sobre os caçadores, pistas dos artefatos e os dons de Danika surgem e são de relevância enorme para a série como um todo e influenciarão diretamente nos livros seguintes.

A estória é bem trabalhada e surpreendente. Cada capítulo lido deixa o leitor com vontade de mais e também faz com que se identifique com os guerreiros. Nesses três primeiros livros eu me apaixonei, perdidamente, por Torin Paris e Aeron. Meu sangue ferveu tantas vezes que quase subi pelas paredes. A série é sem dúvida uma das melhores e surpreendentes como um todo. Mais uma vez  Gena desenvolveu a trama com perspicácia e excelência.

Eu amei e espero que vocês realmente gostem!

Bjus no core


6 comentários:

  1. Essa capa é muito bonita, gostei bastante!


    Gostaria de aproveitar e convidar os
    leitores para vim participar do sorteio
    valendo 6 livros da Editora Novo Conceito!!!

    http://www.universofemininocomelisa.com.br/2012/03/promocao-literaria-valendo-6-livros-em.html

    e tbm o sorteio valendo um kit da Editora Dracaena o kit A arte da Invisibilidade!

    http://www.universofemininocomelisa.com.br/2012/03/promocao-literaria-arte-da.html

    ResponderExcluir
  2. Olá :)
    Esse livro confesso que não conhecia :(
    Mas adorei conhecer *-*
    Meus parabéns pela resenha :)

    Meus parabéns também pelo sorteio de Jogos Vorazes :)
    Estou participando :)
    Abraços

    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  3. Eu sou suspeita..mas simplesmente adoro essa série..e muito das resenhas que vc escreve amiga!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  4. Vc sabe que sou doidinha! SHUAHSUASHU Se deixar acabo contando tudo.

    Também adoro suas resenahs.
    bjs no core

    ResponderExcluir
  5. Mais um Senhor do Submundo! Morrendo de inveja aqui! hsuahsuahsaushauhsau
    Eu gosto bastante do Reyes.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Como disse ele não é o meu favorito, mas gostei muito da estória. Essa série é fantastica e o que mais surpreende é o fato da autora consiguir unir dois universos diferentes, em uma mesma estória, e criar uniformidade. Eu realmente amo essa série e a escrita da Gena. Sou suspeita para falar.
    Obrigada por comentar.
    bjs no core

    ResponderExcluir