Resenha | A Filha do Pastor das Árvores - Gillian Summers


ISBN: 9788528615364
Livro: A Filha do Pastor das Árvores
Série: O Povo das Árvores
Volume: 1 
Autora: Gillian Summers
Editora: Bertrand Brasil
Edição: 1
Ano: 2011
Páginas: 280
Avaliação: 2/5



Após ser elogiado pela crítica e sucesso de vendas, além de receber excelentes avaliações nas principais livrarias do mundo, chega ao Brasil A filha do pastor das árvores, primeiro volume da série O povo das árvores, de Gillian Summers.
Com a morte da mãe, Keelie Heartwood, uma jovem de apenas quinze anos, é forçada a deixar sua adorada Califórnia para viver com o pai nômade no Festival da Renascença de Montanha Alta, no Colorado. Lá, coisas estranhas começam a acontecer — estranhas mas familiares. Keelie percebe que algumas pessoas do festival têm orelhas pontudas, incluindo o cavaleiro mais bonito do lugar, Lorde Sean do Bosque. Quando ela começa a ver seres estranhos e a se comunicar com árvores, descobre que existe um segredo a seu respeito e percebe que seu pai lhe deve explicações. 
A filha do pastor das árvores é um romance mágico e instigante que prende o leitor do começo ao fim. Após a leitura, viver na floresta em meio a um Festival da Renascença será uma ideia muito atraente. Um livro a ser devorado, independentemente da idade.


Keelie Heartwood é uma típica adolescente que vivia em seu mundinho com sua mãe advogada, porém ela possui um 'dom' ou 'maldição' (como ela mesma vê) que a faz saber que tipo de madeira foi usada, de onde veio à madeira... para isso basta apenas um toque na madeira.. só que ela tem uma espécie de alergia à madeira e não consegue ficar entre elas por muito tempo; seu pai não é presente e o que sabe sobre ele é apenas o que sua mãe contou; que ele é um hippie que vive numa Feira Renascentista e que as deixou há muito tempo atrás; Keelie não tem contato algum com o pai.. até que sua mãe morre e ela tem que deixar a Califórnia para traz e viver em um show bizarro Renascentista junto de um pai que ela não conhece e pelo qual sente raiva por ter sido abandonada; e como se não fosse suficiente ela ainda tem que aguentar um bichano nada comum que a irrita constantemente.


Quando Keelie chega ao lugar onde será seu novo lar, fica simplesmente desnorteada e só pensa em dar o fora dali o mais breve possível; porém não é bem assim que acontece e aos poucos vai se envolvendo cada vez mais naquele mundo bizarro e percebe que faz mais parte daquilo do que imaginava.

Minhas Impressões:

Quando soube do lançamento desse livro, corri e coloquei na minha listinha interminável de livros desejados. A Bertrand nos cedeu esse exemplar para resenha e fiquei super contente; o livro chegou e eu logo comecei a ler. Li em uma sentada só (como costumamos dizer); mas não por ser um livro maravilhoso e sim pela minha curiosidade de entender mais sobre as pessoas que vivem na Feira Renascentista (diga-se de passagem, bizarra!) e sobre a própria Keelie e seu Dom "peculiar" (Será? Sei não!).

Achei o livro arrastado e a narrativa não me cativou; a protagonista é chata e muito infantil; sei que ela perdeu sua mãe, e tem que lidar com um mundo novo cheio de bizarrices e um pai até então desconhecido e ausente, mas ela é completamente sem sal e até irritante em muitos aspectos (virando os olhos); mas acredito que ela possa amadurecer nos próximos livros; pelo menos foi essa a sensação que eu tive com o final do livro (leve impressão).


A autora tentou criar um romance entre ela e o Lorde Sean do Bosque que não me convenceu (insosso); mas esse romance ou triangulo amoroso já que existe a "cachinhos dourados" (assim que Keelie chama a personagem) que também parece estar interessada no Lorde Sean, não foi desenvolvido da forma como eu esperava (o que eu esperava mesmo? kk), na verdade foi pouco desenvolvido, a Keelie vivia suspirando por ele (coisa de adolescente chata), mas houveram poucos encontros e os que aconteceram foi superficial; achei que teve mais emoção entre ela e o pirata do que entre ela e Sean; eu tenho que parar de criar grandes expectativas nos romances, espero que no próximo livro algo mais aconteça nessa relação morna. Eu não gostei muito do Lorde Sean, ainda tem muita coisa oculta; no próximo livro acho que ficará mais claro quem ele é e o que o grupo com quem ele vive quer ou faz; pois a meu ver eles parecem se envolver com magia negra.
O pai da Cachinhos dourados (o nome dela é Elia); simplesmente me dá medo.. ele é macabro e acho que é do mal.. isso todos vocês irão perceber quando lerem o livro.. logo na primeira aparição do homem!
O Lorde Sean, faz parte do grupo de Elia (caichinhos dourados) e seu pai macabro! Por isso estou cismada com ele.


O personagem que eu mais gostei foi o gato de botas, Knot! Esse sim tem uma personalidade forte; simplesmente ele é muito divertido e astucioso; consegui dar boas risadas com suas atitudes nada comuns! Eu queria um gato traquina desses, simplesmente amei Knot! E imagina um gato que usa uma espada (pelo  menos foi isso que Keelie acha que viu), bebe cerveja, hidromel e no fim ainda usou uma roupa pirata! (bem divertido) kkkkkkkkkk


Sir Davey, é um personagem que a meu ver vale apena ser mencionado aqui; ele é um anão que ajuda Keelie a entender um pouco sobre esse novo mundo. Ele é galante, gentil e entende Keelie em muitos aspéctos como na descoberta de sua magia interior.


O Barrete Vermelho (o vilão desse primeiro livro), não entendi até agora porque ele estava atacando e se alguém descobrir me conta? Já sei que ele é mau ok! Mas o porque ele fez tudo que fez, pra mim isso não ficou claro! Fiquei tipo assim: HÃ??? O  que ele queria ou ganharia? Eu não sei até agora! Se alguém que já leu o livro souber me fala?

Enfim, adoro a ideia proposta no livro: fadas, elfos, espíritos e natureza em geral, mas achei os personagens dessa estória pouco ou mal desenvolvidos, com execessão de Knot que cada vez que aparecia era um show de personalidade, talvez fosse esse o intuito da autora; deixar muitas perguntas para o próximo livro, mas em minha opinião isso me deixou um pouco desapontada com a estória que tinha ingredientes perfeitos para fazer um bom enredo e pecou pela falta de riqueza na personalidade dos personagens e por não ter uma narrativa empolgante com uma personagem principal muito imatura; porém ainda assim pretendo dar continuação à leitura dessa série quando saírem os próximos livros, pois como eu disse os ingredientes são bons e o livro no contexto geral não foi ruim, falta apenas um pouco mais de maturidade da autora em desenvolver mais sua história de forma que cative; que tenha mais emoção. Acredito que a cada livro o autor vai aprendendo com seus erros e aprimorando os acertos e é exatamente isso que eu espero da Gillian Summers que na verdade é um pseudônimo usado pelas escritoras Berta Platas e Michelle Roper. 
 
Assim como em todos os livros; todas as histórias propostas por seus autores podem encantar muitos e desencantar outros; como eu sempre digo, gosto é gosto! Leiam o livro e tirem suas próprias conclusões, pois eu mesma já li comentários de pessoas que adoraram o livro e você pode ser uma dessas pessoas, então leiam e voltem aqui e compartilhem conosco o que acharam da leitura! Eu não adorei o livro, mas estou curiosa para saber se na continuação os pontos que coloquei acima melhoram, pois se melhorarem, aí sim ficarei muito empolgada!

Não poderia deixar de mencionar que quando vi essa capa na internet fiquei apaixonada e quando o livro chegou aqui em casa morri de amores. A capa é divida! Tem um tom aveludado, adorei! A revisão não foi das piores deu para passar pelos pequenos erros sem problemas!






A série O Povo das Árvoes conta com os seguintes livros:

1- A Filha do Pastor das Árvores
2-  Into the Wildewood
3-  The Secret of the Dread Forest

28 comentários:

  1. Kari, eu tinha pespectivas boas sobre esse livro e estava louca para comprar de imediato. Mas depois de algumas resenhas na net, a coisa acabou com meu ânimo. Acho que até vou comprar, mas será no futuro. De repente, no segundo livro, a autora consiga desenvolver melhor a personalidade da protagonista e as coisas melhores. De pronto não estou com tanta urgência. Quero sim, para tirar as minhas conclusões sobre o livro, porque existem opiniões diversas sobre ele. Mas o tesão simplesmente já não existe mais.

    Adorei a resenha! Como sempre vc arrasou.
    bjs no core

    ResponderExcluir
  2. Caramba! Que livro mais doido Oo. Sério, achei bem doido, e adorei por isso mesmo! Eu já tinha visto esse livro antes mas nunca uma resenha tão completa. Gostei, e espero gostar se eu ler, o que acho um pouco difícil mas nunca se sabe.

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente falando, num curti nao. =/
    Não sei maas a historia nao me empolgou.
    Nao é sua resenha ta, é só q ela da uma dimensao do q encontrar no livro.
    E ao dizer q o melhor personagem do livro é um gato... To fora!
    kkkkkkkk

    Até a próxima.
    :)

    ResponderExcluir
  4. Cris, leia sim.. o livro não é ruim.. longe disso.. mas vc até conseguiu definir bem.. DOIDO! rsrs
    Acredito que a continuação será melhor!

    ResponderExcluir
  5. Girlane, garanto que o gato é hilário e muito sagaz! #perfeito

    A estória não é ruim.. acredito que vale a pena conferir!

    ResponderExcluir
  6. Protagonista chata e sem sal é a pior coisa que tem! Às vezes o enredo é maravilhoso, mas elas sempre estragam tudo. Gostei muito da sinopse, e não sei se já disse aqui, mas amo coisas medievais, acho tudo super adorável *---* Já estava na minha lista de desejados faz um tempo. Ultimamente li uns 2 ou 3 livros da Editora Bertrand e amei, tanto as histórias quanto as capas, sempre lindas demais *--*

    ResponderExcluir
  7. Pois é Bruna, a protagonista me desanimou um pouco também.. mas tem outros atrativos na história e se você curte coisas medievais esse é o seu livro, pois temos bastante descrições sobre roupas e maneira como eles interpretam essa coisa da Renascença! Acho que você vai gostar e com certeza vai amar o GATO - eu sempre falado do GATO. Fazer oq se ele é fantástico! rsrs

    ResponderExcluir
  8. Amiga, já disse que empresto!

    ResponderExcluir
  9. Oi Karine, gostei da sua real opinião sobre o livro, acho q quando não gostamos de um livro ou ele decepciona também tem q ser dito, afinal de contas não vale só dizer que gostou, também gosto de fantasias, talvez eu até leia o livro pra tirar minha conclusão quem sabe, eu gosto bastante da capa, e também espero q nos próximos a estoria fique melhor rs, bom acho q isso, bjss

    ResponderExcluir
  10. Olá Karini!
    Que livro surreal é esse? O.o Não conhecia o título e a sua narrativa foi bem desanimadora... kkkkkkkkk mas vc colocou bem todos os personagens, ele não entrou no meus desejados, e nem fiquei muito curiosa para ler, mas se pintar na minha estante terei uma atenção especial para não ser injusta.
    Parabéns pela coragem de colocar em papel (blog) sua opinião real e não um jeito de agradar a editora e a autora. =)
    Bjus florzinha!

    ResponderExcluir
  11. UOu!
    Que livro. Para que deixa o leitor sem fôlego. Você ressaltou muito bem os pontos positivos da obra.
    Parabéns. Muito bem escrita.

    Abraço

    papos literários

    http://paposliterarios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. NOSSA QUE TÉDIO ESSE LIVRO RS.
    SEM CHANCE COMIGO, PELO VISTO ELE ESTA SENDO O LIVRO QUE ESTOU TENTANDO TERMINAR DE LER MAIS TA DIFICIL (PAIXÃO - LAUREN). QUE ENRROLAÇÃO. A MESMA COISA O TEMPO TODO ISSO É MASSANTE. MAS TENTAREI TERMINAR SÓ NÃO SEI QUANDO RS.

    ResponderExcluir
  13. Oiiiii,
    Eu...fiquei com muita vontade de ler....quero ganhar
    Muito Sucesso!!
    Bjs
    Ivoni

    ResponderExcluir
  14. Gostei do universo criado no livro mas em relação a trama eu esperava muito mais. Sean não serviu pra nada nem pra enfeite. Espero que no livro 2 a coisa melhore.

    ----Leituras & Fofuras----
    www.leiturasefofuras.com.br

    ResponderExcluir
  15. A capa do livro é linda. E mesmo sabendo que o livro não é um surto de novidades e coisas interessantes eu quero ler.
    É, as vezes compro livros pela capa. Sim.

    ResponderExcluir
  16. Li esse livro e fiquei com cara de doida. Eu também achei o tal barrete vermelho muito esquisito. Que raios ele queria afinal? Só perturbar?
    Esse gato é engraçado e muito inteligente uma mistura de gato do shrek (como escreve isso?)kkkkkkk

    A mocinha é tipica né? adolescentemala
    Mas até que gostei do livro e espero a continuação, o ruim das pragas das séries é que vicia e demora a sair.

    ResponderExcluir
  17. Olá Karini.

    Quando peguei este livro pela primeira vez, fiquei encantada e pensei deve ser maravilhoso, porém concordo com você a protagonista é chata e irritante e o romance quase não existe, fica muito a desejar.

    Aconselho a ler um livro totalmente cativante que também retrata sobre seres místicos “ A caminho de Eldrian” autora Juliana Velonessi. Este é um livro de roer as unhas, daqueles que quando senta para ler não consegue parar. É o primeiro de uma série.

    Beijinhos,
    Raquel

    ResponderExcluir
  18. Eu simplesmente amei esse livro, qd eu li me senti transportada para um lugar que era meu lugar, eu amei a feira renascentista e queria mto que tivesse dessas coisas por aqui. Ele está na minha lista de faves, e tô louca para continuar a série!

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  19. Ah.. eu quero tanto ler essa série!
    Esse mundo fantástico me fascina, esse gato de botas deve ser demais!

    ResponderExcluir
  20. Vou acrescentar em minha lista infindavel de leituras futuras!!!kkkk A resenha ficou otima Parabens!!!

    Bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  21. Oi.
    Achei essa capa tão linda, uma pena que a narrativa não te agradou, já fiquei com o pé atrás depois de saber disso, confesso que gosto também de fadas, elfos e afins, mas os personagens deveriam ser bem mais desenvolvidos, uma pena que não. Como ainda não li tenho minhas curiosidades.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Nossa Karini!
    Tinha quase certeza que o livro era extraordinário, porém sua resenha me deixou até triste, sabia?
    Ela foi longa e cheia de detalhes Ialguns pontos me atraíram bastante), entretanto, sua avaliação não foi tão boa... Preciso ler para crer.
    Boa Páscoa!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  23. Gostei muito desse livro, ja tinha lido alguns livros sobre fadas e esse foi um dos mais gostei.

    ResponderExcluir
  24. Amei sua resenha e achei bem interessante o livro, gostaria de ler!

    ResponderExcluir
  25. A capa é muito linda e a sinopse é interessante, mas gostei muito da sua resenha porque foi sincera e apontou muitos pontos importantes, como a falta de um maior desenvolvimento dos personagens, para que cativassem mais. A proposta da história é bacana.

    ResponderExcluir
  26. Quando eu li esse livro me desencantei, estava esperando uma coisa e na maior parte do tempo a história foi ZZZZZZZZZ. Apesar de tudo eu acho que se a autora ou autores trabalharem melhor na história pode render algo bom.

    Érica Martins
    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
  27. Não sabia que o livro se tratava disso. Que pena, quando você lê a sinopse, parece muito bom... Detesto quando as protagonistas são cheias de mimimis. Mas acho que eu tbm gostaria do personagem Knot!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Nossa que capa perfeita. Não conhecia essa série e apesar de estar atolada em livros do gênero, quero esse até mesmo só pela capa. Muito linda! Mas o livro parece ser uma leitura interessante e rápida, que farei em breve, provavelmente no meu nook (http://portugues.free-ebooks.net/ebook/A-Filha-do-pastor-das-Arvores para quem esteja á procura).

    boas leituras!

    ResponderExcluir