Resenha: O Canalha – Carly Phillips


ISBN:  9788576656807

Livro: O canalha

Série: Trilogia Chadler

Autor(a):  Carly Phillips
Editora: Essência
Edição: 1
Ano: 2011
Páginas: 285
Onde comprar:  Saraiva  | Submarino | Livraria Cultura
Avaliação: 5/5

Os irmãos Chandler são os homens mais sensuais e cobiçados da pequena cidade de Yorkshire Falls. Chase, o mais velho deles, é solteiro – convicto – e sonha em alavancar sua carreira como jornalista. Em uma viagem a Washington para realizar uma grande matéria, ele se envolve com Sloane Carlisle, uma linda jovem, mas que guarda um segredo que pode colocar os dois em perigo. De repente, o cara que sempre desconsiderou a possibilidade de um casamento, percebe que está se apaixonando. Será que o canalha mais cobiçado da cidade vai se transformar no marido mais sexy do mundo?
O canalha é uma comédia romântica deliciosa, divertida, amorosa, com uma pitada de perigo e um pouco de sensualidade. É o típico “romance de mulherzinha” que gosto de ler para me acalmar e rir um pouco. A única crítica que tenho a fazer, com toda sinceridade, a esse livro é o título, que acho que não condiz em nada com o que é apresentado. Tirando isso, o livro é divino e consegue envolver o leitor desde o primeiro capítulo. Para quem tem uma leitura rápida, como eu, devo dizer que ler esse livro em um único dia é moleza. Mesmo porque o leitor simplesmente não sente vontade de parar de lê-lo.

Slone Carlisle é a filha de um senador, que lançará sua candidatura a presidência, e tem uma vida de aparências. Aprendeu desde cedo, com a madrasta e o pai, a viver de forma regrada, evitar escândalos e principalmente os jornalistas. Porém ao uma terrível descoberta tira o seu chão e pela primeira vez na vida, Slone faz algo imprudente, vai até um bar e sai de lá com um desconhecido lindo, sedutor e encantador... Isso para não dizer muito gostoso! Suspira, mas coloca foco no texto. OK?

Chase Chandler é um jornalista, sexy, simpático, sedutor e todo educadinho, que sempre viveu em pró da sua família. Desde a juventude, quando seu pai morreu, tomou as rédeas do jornal de sua pequena cidade, da educação dos irmãos e segurança da mãe. Tudo o que ele quer agora, com os dois irmãos casados, é curtir a sua vida de solteiro sem mais preocupações. Sua grande chance profissional surge quando vai para a coletiva do Senador Carlisle. Na noite de sua chegada Chase decidi ir a um bar beber um pouco. Lá conhece uma linda e sedutora mulher, que parece perturbada e deseja fugir dos problemas através da bebida.

Por ai você já consegue imagina do que se trata a trama. Os dois passam uma noite maravilhosa e Chase é um perfeito cavalheiro com Slone naquela noite. O destino cruza os seus caminhos novamente, quando Slone, ainda desorientada, vai para a pequena cidade Yokshire Falls em busca de respostas.

Naquela pequena e pacata cidade, ela se vê cercada de perigos, segredos e reencontra esse homem encantador. O único problema, apesar da atração sexual entre os dois, é que ele pode destruir a vida do seu pai se os segredos vierem à tona. Ela precisa lutar contra esse forte desejo e esconder os seus verdadeiros objetivos ali. Ele se foca em proteger a moça, que passou por uma  terrível circunstância quando chegou ao local, e acaba descobre que há algo misterioso. Assim decidi ir à busca da reportagem da sua vida.

Apesar das nuances da estória, dramas vividos por Slone e Chase, ela é focada no casal, que vivi o conflito entre os sentimentos e suas próprias prioridades. As partes sensuais entre eles são deliciosas, para quem gosta de hot, os diálogos entre ele e sua família, principalmente a mãe casamenteira, são engraçados e me arrancaram boas risadas.

Em resumo o livro é ótimo. Eu sinceramente sou chata com esse estilo de romance e para dar a nota máxima o livro precisa ser bom. Esse realmente me surpreendeu bastante. Tenho a convicção que os leitores não têm nada que reclamar sobre ele.

Espero que gostem!
Bjus  no core


2 comentários:

  1. Own, parece ser um livro bem fofinho... Mas não faz muito meu estilo! Gosto de mais ação e suspense e menos romance de mulherzinha, rsrs.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. As vezes para fugir dos livros pesados que estou habituada a ler um romance assim é bem vindo!
    Vou anotar a dica amiga!

    ResponderExcluir