Resenha: A Bruxa de Ferro - Karen Mahoney


  
Esquisita. Era assim que chamavam Donna Underwood, 17 anos, no colégio depois de um horrível ataque de encantados matar seu pai quando ela era criança. Seus ferimentos e a reabilitação resultaram em força aumentada pela magia, graças às tatuagens de ferro em seus braços e nas mãos. Como filha de alquimistas, ela é abençoada e amaldiçoada, ao mesmo tempo, por uma herança de magia que não deixa muito espaço para garotos, festas e lições de casa. Agora, depois de dez anos desejando uma vida normal, ela finalmente é forçada a aceitar seu papel na guerra de séculos contra os mais sombrios proscritos do povo encantado: Os Elfos das Trevas. Agora Donna vai ter que correr para salvar a vida do melhor amigo – mesmo que para isso tenha que trair um dos maiores segredos do mundo e enfrentar justamente aquilo que destruiu sua família.
            

"Sei que agora ele entende mais 
sobre minha vida, sobre os pesadelos
que tive durante tantos anos,mas
preferia que essa compreensão 
não tivesse custado tão caro."

No livro é retratado um lado que acho bastante interessante que é a alquimia. Donna,  a mocinha do livro,  é filha de grandes alquimistas dentro da Ordem do Dragão e quando criança, ela e sua família, foram atacadas por uma criatura, que causou a morte de seu pai, e deixou sua mãe em um estado quase vegetativo dentro de um hospital psiquiátrico; Donna, por sua vez, sofreu graves ferimentos nos braços, que foram reconstruídos pelo "Criador" usando ferro e magia, onde seus braços ficaram com marcas em forma de tatuagens que lhe concederam grande força vinda de uma ancestral magia alquímica e também a fizeram diferente, condenando-a a ser sozinha. Por conta disso sempre usa luvas para escondê-las, pois as pessoas a acham esquisita com luvas, se verem o que tem por baixo, Donna teme que seja considerada uma aberração! 
Donna tem um melhor amigo, o Navin Sharma, amigo de toda hora, mas ela sente por não poder revelar a ele os seus segredos, de como conseguiu as tatuagens, sobre a força fora do comum que ela tem e todo o mundo paralelo que existe, porém aos poucos ele descobre já que percebe que tem alguma coisa errada; Navin pelo que percebi é apaixonado por Donna, mas óbvio que ela nunca percebeu e acaba conhecendo Xan, um menino misterioso do qual se aproxima aos poucos, pois descobre que Xan sabe sobre o mundo paralelo no qual ela faz parte e sobre os Encantados. 

Enfim, o livro é repleto de magia, seres encantados, triangulo amoroso e toda essa onda de alquimia faz com que a estória seja bastante sombria e repleta de mistérios, porém não consegui morrer de amores, pois achei que demora muito a engatar a história e muitos pontos ficaram sem explicações; a Karen Mahoney, poderia ter explorado melhor a Ordem e o passado da família de Donna, espero que o próximo livro traga isso, talvez a intenção da autora tenha sido nos deixar curiosos; comigo isso não funcionou muito bem, pois na verdade na maior parte achei a leitura maçante!

O livro tem um trabalho gráfico maravilhoso e o acabamento impecável como sempre! A Underworld consegue nos surpreender a cada capa lançada, uma mais linda que a outra, porém achei muitos erros de revisão, o que é muito chato, espero que a continuação tenha uma revisão melhor!
Ainda não há previsão de quando será lançada a continuação da série no Brasil. 
Como os ingredientes da história são bem interessantes, darei uma chance ao próximo livro, na esperança de que seja melhor que esse! Esse não me convenceu!

PS: Recomendo que leiam o livro para que possam criar sua própria opinião.



ISBN: 9788564025271
Livro: A Bruxa de Ferro
Autor(a): Karen Mahoney
Editora: Underworld
Edição: 1
Ano: 2011
Páginas: 208
Onde comprar: Submarino | Saraiva
Avaliação: 2

12 comentários:

  1. Não conheço o livro, mas a estória como você mesma disse tem ingredientes interessantes que se for melhor explorada, talvez no próximo livro, voce goste mais da leitura.
    Obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  2. Amor, adorei ler sua resenha, você diz que eu não comento, aqui estou eu. Sei que você ama ler e ver você compartilhando o a sua paixão com outras pessoas é muito legal.

    ResponderExcluir
  3. Adorei te ver por aqui, que você alcance tudo aquilo que deseja. Sua paixão por livros é impressionante e sei que já está passando esse amor para seus filhos. Isso é uma herança muito boa, pois quem lê tem imaginação, escreve melhor, se sai melhor na vida! As pessoas não valorizam tanto o hábito pela leitura e posso dizer que estão perdendo muito do que esse fantástico mundo tem a oferecer.
    Gostei muito da sua resenha, mesmo ela não tendo sido totalmente positiva ao seu ponto de vista; o que me chamou mais a atenção é que você não desmereceu o livro e sim deixou em aberto o convite para que mesmo após sua resenha as pessoas leiam, pois afinal cada um tem uma opinião e a leitura varia de pessoa para pessoa. Meus parabéns e muito sucesso.

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha e fiquei curiosa para ler o livro, porque assim como você, também acho a alquimia um tema muito interessante.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do blog e da resenha, parabéns.
    Quero ler resenhas de livros infantis.

    ResponderExcluir
  6. Oii, o livro tem uma capa linda, admito, mas está meio distante do que eu escolheria para ler no momento. Não sei você, mas sabe aquele ponto em que a gente precisa dar um tempo no sobrenatural? Pois é, estou nessa epoca! kkk

    Beijos,
    @HLavelle

    ResponderExcluir
  7. Hope sei perfeitamente, atualmente ando dando um tempo e lendo outras coisas..apesar de amar sobrenatural!

    ResponderExcluir
  8. ainda nao li o livro mais estou curiosa e assim que eu ler vou deixar minha opinião aqui!

    ResponderExcluir
  9. A capa é bem interessante e a sinopse atrai, porém fiquei meio desanimada com o seu comentário de que vários pontos foram deixados em aberto. Acredito que todo o necessário para uma perfeita compreensão deve ser explicado no livro em questão e não em uma possível continuação. Gosto de livros que instigam no final, que nos deixam curiosos para ler a continuação; mas não acho que um final instigante seja sinônimo de falta de explicações.

    bjs
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Aline, foi justamente essa falta de explicações que me deixou muito desanimada! Espero que no próximo livro isso melhore..muitas pontas ficaram soltas e é muito chato ficar adivinhando; mas no geral o livro tem uma mistura ótima entre magia, alquimia, seres encantados .. a ídéia é interessante..de todo a estória não é ruim; mas poderia ter sido melhor.

    PS: Todas as capas da Underworld são divinas!! Eu confesso, tenho todos os livros lançados da Editora, alguns nem me chamou tanta atenção na sinopse ..mas as capas.. foi impossivel não comprar todos os que eu não tinha Bienal!

    ResponderExcluir
  12. As capas da Underworld são unanimidade né? São realmente mt bonitas, elas me chamam bastante atenção.
    Achei a história interessante, adoro o tema sobrenatural e a discussão da alquimia é algo que eu não vejo desde Harry Potter e a Pedra Filosofal. Eu certamente darei uma chance ao livro, mas irei esperar minha fila de espera andar e quem sabe o lançamento do segundo volume da série.
    A resenha ficou bem legal.

    ResponderExcluir