Resenha: Julieta Imortal - Stancey Jay

ISBN: 9788563219572
Livro: Julieta imortal
Autor(a): Stancey Jay
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011
Edição: 1
Páginas: 237
Onde comprar: Cultura | Saraiva
Avaliação: 5

Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

Quais as impressões que você tiraria de um livro que para você iria lhe decepcionar? Pois muito bem, esse me surpreendeu e de forma alguma me senti decepcionada com está estória. Quando eu pensava em uma releitura de Romeu e Julieta, imaginava algo como eles não se matando e sim como um conto de fadas com um lindo final feliz, porém o enredo que nos foi apresentado em “Julieta Imortal” foi muito além do esperado, poderia dizer muito além do desejado.

Julieta Imortal traz um enredo bem diferente dos sobrenaturais que estamos acostumados de ver, a começar por Julieta, uma embaixadora que reencarna por várias gerações em pessoas próximas as almas gêmeas que terá que salvar do mercenário Romeu, este que vive no mundo para destruir o verdadeiro amor e alimenta-se destas tragédias. A princípio isso pode parecer bem estranho, até por que estamos acostumados a ver o doce casal vivendo sua trágica história de amor, mas com o desenrolar do livro e de como todos os fatos são descritos tudo passa fazer sentindo.

O livro é intenso, os acontecimentos vão sendo desenrolados a cada virada de pagina e isso já se dá desde o inicio. Em nenhum momento o leitor fica a mercê da mesmice ou de uma leitura entediante e em determinados momentos a tensão é o alimento desta leitura à espera dos próximos ataques de Romeu ou a próxima decisão de Julieta, que é de fazer qualquer um surtar.

Mas não é só de tensão que se vive um livro, existe amor: lindo, puro e sincero, sim meus caros estou falando de almas gêmeas, por que a nossa amada e querida Julieta encontra um novo amor, porém este terá que passar por diversas provações e tal fato não será nada fácil. Ben é um mexicano charmoso que fará de um tudo para ajudar a nossa heroína e quando me refiro a tudo você pode imaginar qualquer coisa mesmo.

Jay realmente criou um cenário tão intenso com personagens tão bem estruturados que fica difícil você largar a leitura antes de seu final, que convenhamos, é muito bem desenvolvido e satisfaz a gregos e troianos. Portanto, Julieta Imortal é um romance maravilhoso que recomendo.

P.S: Quero deixar claro: seja ele bom ou ruim, Romeu será sempre meu Romeu. Tenho dito!

"Eu amo você. Quero fazer tudo com você. Quero me casar, ter filhos e envelhecer ao seu lado. E então quero morrer um dia antes de você, para que nunca tenha que viver sem você."



12 comentários:

  1. Amei sua resenha!
    Já está aqui na minha estante so esperando pra ser lido! rs
    beijos, *-*

    http://naspaginasdeumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Pat, também concordo com você, o Romeu sempre será o meu Romeu.Mas eu ainda não li este livro, mas estou aguardando um tal de carteiro a 15 dias e ele não me aparece aqui.Adorei sua resenha e estou louca pra fazer a minha, kkk
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Tô doida pra ler esse livro, tenho um grande curiosidade pra saber mesmo como é a história, apesar de que concordo com você de que Romeu será sempre nosso Romeu, independentemente de quantas histórias inventem 'em cima'da original! haha

    ResponderExcluir
  4. Patty, Eu confesso que não estava muito animada com esse livro. Cheguei a pegá-lo na livraria e o desprezei. Mas a forma como vc colocou me deu curiosidade enorme. Vou tentar adquirir um assim que meu dindim começar a sobrar. Obrigada mais uma vez por partilhar o seu lado critico sobre os livros que amamos.
    E amor no ninho? Sai quando? Quero ler o que escreverá sobre ele. Estou roendo as unhas. Bjus no core

    bjsu no core

    ResponderExcluir
  5. Nossa que resenha maravilhosa Pat!!!! Me deixou curiosíssima sobre o livro!!!! Esse trecho final é lindo e mostra um amor tão profundo!!!!

    Ai eu quero!!!!!

    Bjsssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Estou louca para conhecer esta versão do Romeu. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Nome:Franciane
    Twitter:@Saaneflores

    Nossa, que citação mais linda e forte essa que você deixou pro final. Me arrepiei toda aqui!
    O livro tinha me despertado o interesse a principio, mas depois dei uma desanimada. Mas algumas resenhas, incluindo a sua, me instigaram novamente. O que me encanta é que a autora não quis fazer uma releitura, ou contar uma história a partir do final Shakesperiano que todos conhecemos, ela simplesmente inovou toda a história, tanto que o Romeu e Julieta que conhecemos passa a ser só uma referência.
    Estou decidida a ler este livro, só não sei quando.

    ResponderExcluir
  8. Estou doida pra ler esse livro.. tá todo mundo comentando.. eu quero!

    ResponderExcluir
  9. Patricia, so eu sei o quanto estou anciosa por esse livro aqui na minha cidade ainda nem chegou e eu fico lendo as resenhas da qual a sua foi ótima e fico mais anciosa ainda a historia é bem diferente do estamos acostumados e é isso que mais me chama a atenção amei a capa do livro muito bonita.A Citação é linda é como me sinto a respeito do meu casamento se alguem tiver que morrer que seja eu, o sofrimento seria menor.RSR Como sou boba mas é assim que me sinto beijos glau

    ResponderExcluir
  10. aai, eu estava super ansiosa para ler esse livro, tanto que assim que chegou e eu tive tempo para ler, eu comecei rsrs
    virei a noite ontem lendo, só parei pq tava com muito sono de manhã rsrs
    to gostando bastante, e, como vc falou, é legal que não é uma releitura, foi só tipo a história original foi uma base, mas é completamente diferente rs
    aai, sem contar que o livro não me parece óbvio, sei lá, rs já passei da metade do livro e não sei o que vai acontecer no final, e isso é bom rsrs
    adorei sua resenha :)

    beijos,
    @adri_brust
    http://stolenights.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Sou super fã de Shakespeare, desde qndo assisti a uma versão antiga de Romeu e Julieta na tv; lembro que eu deveria ter uns 13 anos e chorei horrores. Desde então lia todos seus trabalhos. Vi esse livro e li algumas resenhas que me deixaram encantada; logo inclui esse livro em minha lista, e espero poder logo te-lo.

    ResponderExcluir
  12. O livro inteiro eu fiquei torcendo pro Romeu, no início era só por birrinha contra a Julieta mesmo (corajosa? sim, mas também egoísta e mimada) mas depois com o tempo eu comecei a sentir piedade por ele, e acima de tudo ele ainda a amava, ele a amava quando não podia sentir nada, e percebeu isso depois. Por mais que Ben tenha virado a alma gêmea de Julieta, Romeu foi o homem que mais a amou em todos os universos, porque quando ele se sacrificou estava fazendo isso por ela, pela felicidade plena e inteira dela, e ele SEMPRE a ajudou, sempre, e ela com o ódio distorcido dela, mesmo depois de descobrir que ela mesma tinha se matado ainda culpava Romeu... Realmente acho que ele sacrificou tudo por ela, e ainda saiu perdendo.

    ResponderExcluir