Resenha: Longe Demais - Jennifer Echols


Tudo o que Meg sempre quis foi fugir. Fugir do colégio. Fugir da sua pacata cidade. Fugir de seus pais, que pareciam determinados a mantê-la presa em uma vida sem futuro. Mas, em uma noite louca envolvendo trilhos de ferrovia proibidos e desafiadores, ela vai longe demais... e quase não consegue voltar. John escolheu ficar. Para impor o cumprimento das leis. Para servir e proteger. Ele desdenha a rebeldia infantil e quer ensinar a Meg uma lição que ela não esquecerá tão cedo. Mas Meg o leva ao limite ao questionar tudo o que ele aprendeu na academia de polícia. E quando ele a pressiona para saber por que ela não se prende a nada, a resposta os levará a um caminho sem volta...
Editora: Pandorga
Ano: 2011
Edição: 1
Páginas: 238
Avaliação: 4/5

Minhas expectativas para leitura desse livro eram bem grandes. Echols aborda os assuntos bastante polêmicos como o envolvimento com bebidas alcoólicas, drogas e sexo sem compromisso, mostrando assim um lado meio tortuoso da juventude dos dias atuais, não me identificando com esse tipo de atitudes até por que minha adolescência foi muito tranquila sem problema alguma para os meus pais, porém seus livros levam a reflexão de como deveríamos agir neste tipo de atitude. Diferente de Como fui esquecer você, esse novo lançamento da Editora Pandorga é bem mais interessante.

O livro narra a história de Meg, uma adolescente conturbada que tem os cabelos tingidos de azul, usuária de drogas ocasional e faz sexo sem o menor compromisso com rapazes de índoles duvidosas. Não está à procura de um grande amor, porém adora tudo o que a coloca no limite da vida, vivendo em uma eterna corda bamba de adrenalina. Sua queda vem quando é flagrada em local proibido, bêbada e dando alguns amassos em seu atual namorado. E o responsável pelo flagra é o novo policial da cidade o jovem e atraente Jonh, onde a lei está acima de tudo. Como castigo Meg é “obrigada” a fazer ronda durante cincos dias com Jonh e ambos criam laços de emoções e desejos. Apesar das grandes diferenças Meg e Jonh tem algo parecido em suas vidas à vontade de superar as tragédias já vivenciadas, ela se tornando uma rebelde aparentemente sem causa e vivendo no limite da vida e ele quer ser o herói da cidade tentando evitar que outras tragédias venham a acontecer. E é nesse contexto que se inicia uma história cheia de conflitos e superação e onde ambos aprenderão muito um com o outro.

A forma como Jennifer desenvolve seus livros é sempre bem estruturada e coerente, nada escapa à sua visão, não há enrolação ou espaço em branco que possa deixar em dúvida sobre qualquer atitude de seus personagens. Nesta obra adolescente Meg tinha grandes motivos para a sua revolta não justificada, mas passa a ser compreensível a partir do momento em que nos mostra com certa amargura alguns acontecimentos de sua vida. Já Jonh está mais como um anjo protetor disposto a mostrar a Meg seus defeitos e redirecionar a sua vida complicada. Entretanto, o nosso anjo também tem fantasmas e de uma forma meio tortuosa Meg também conseguirá abrir seus olhos.

Um livro de leitura, rápida e envolvente com uma autora que abordar muitas vezes o lado mais obscuro da adolescência, contudo nos leva a enxergar que com amor ou a pessoa certa pode fazer toda a diferença para uma mudança de atitude e comportamento, Meg e Jonh representam bem essa situação em “Longe Demais”.


20 comentários:

  1. A resenha ficou muito boa. Acho que vou comprar.
    Vocês gostam de Romances históricos. Tem uma autora maravilhosa, com esse gênero, chamada Candace Camp. A maioria dos livros dela são da Harlequin. Só achei dois da nova cultural em sebos.Gostaria muito de ver os comentários dos livros nesse site.
    Também queria indicar uma nova autora brasileira chamada Maribell Azevedo. Ela acabou de lançar um livro, que era uma fanfic, pela editora Barauna, chamado Amor no ninho. O livro é delicioso, envolvente e deixa um gosto de quero mais.
    Bjus no core

    ResponderExcluir
  2. Estou louca pra ler esses livros da Jennifer Echols. Parecem bem interessantes e essas temáticas de regeneração, arrependimento e mudança me atraem!

    Ótima resenha!

    @crislayne_df

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada da Echols, mas este livro entrou na minha lista pela sinopse que me interessou muito.
    Amei a resenha, gosto quando o autor não fica enrolando muito na narrativa.
    bjos


    Jack do My book lit

    ResponderExcluir
  4. Esse é um dos livros que está na minha lista de 'desejos'. Adorei sua resenha, descreve bem os personagens e dá a noção certa de como é a história, que por sinal, parece muito interessante. Quero muito ler esse livro, mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Depois de ler sua resenha me deu muita vontade de ler e como tenho esse livro faz um tempinho vou começar hoje mesmo :)

    ResponderExcluir
  6. Faz um tempo que quero ler algum livro da Echols, gosto de livros adolescentes com uma temática mais forte, que fujam da mesmice.
    O livro está na minha wishlist =)

    Bjs
    Mari
    Psychobooks

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha, mas não me interessou muito pelo livro. beijos :*

    ResponderExcluir
  8. Parabens pela resenha, realmente mt boa.
    Gostei do livro, de cara so olhando a sinopse e a capa nao tinah gostado mt, msm pq essa capa nao me agrada mt.
    Mas a estoria parace ser realamente bem interessante. Gosto mt de estorias assim, que mostram um pouco da realidade.
    bjim

    ResponderExcluir
  9. Primeiramente essa capa é linda demais, só por ela qualquer um já tem vontade de ler o livro, a história parece ser ótima e muito envolvente, e o fato de não ter brancos na narrativa é muito bom. Com certeza na minha lista de próximas compras.

    @HPJulioCesar

    ResponderExcluir
  10. Sua resenha explica bem o livro e deixa aquela vontade de quero ler também. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nada dessa autora, mas essa resenha despertou meu interesse por esse livro que vai entrar na minha lista de proximas leituras!!!


    Bjsssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  12. EU li Cmo fui esquecer vc e percebi q ela gosta de abordar assuntos polemicos, tbm gostei do jeito como ela escreve ..sem pudor e diretamente. Vi muitos comentarios dizendo q esse é melhor q o Como fui esquecer vc , entao estou louca para ler.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Eu estou louca pra ler os livros da Jennifer(minha chará), esse parece ser muito bom, adoro historias com adolescentes meio "perturbadas" kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Gostei da resenha, deixou bem mais claro sobre os assuntos abordados pelo livro...

    ResponderExcluir
  16. Pela resenha o livro parece ser muito bom, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  17. A capa é maravilhosa e a história muito atraente, gosto muito de assuntos polêmicos que parece ser a brecha que a autora encontrou para fazer sucesso. Já ouvi falar super bem da autora e quero ter a oportunidade de ler seus livros!

    ResponderExcluir
  18. Pelo jeito a autora escreve para tocar a alma do leitor o fazendo refletir sobre suas escolhas e sua vida. O tipo de leitura que adoro.

    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Um romance agradável, pra se ler em momentos tranquilos. Gosto disto. Os personagens parecem ter um certo grau de entrosamento e isso muito me interessou. beijos.

    ResponderExcluir
  20. Nossa Louca Pra ler. Gostei muito da resenha, ja me apaxinei pelo John... posso??
    Parece que os personagens tem aquela quimica que tanto procuramos nos livros. Fora que a autora soube conduzir bem a historia pelo jeito.

    Beijos

    ResponderExcluir