Resenha – Hex Hall – Rachel Hawkins

Faz um tempinho que terminei de ler essa história e estava louca para comentar com vocês sobre ela. Já ouvi muita gente dizer que ela é parecida com Harry Potter, mas não concordo. Sophie é bem mais divertida que o Harry, então deixemos as comparações a parte e vamos ao que interessa realmente.

Sophie descobriu que não é uma menina como as outras. Ela é uma bruxa e, até agora, isso só lhe trouxe alguns... arranhões! Sua mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia; procurando consultar o pai ausente de Sophie — um poderoso feiticeiro europeu — só quando necessário.
Até que a menina atrai atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais... E é seu pai que define a sentença: Sophie deve ir para Hex Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer “prodígio” que saia da linha — ou seja, além de bruxas como Sophie, fadas, metamorfos entre outros.

A tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia, ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola: Archer Cross.  Dá para imaginar quanta confusão vem por ai? Acho que não.
Para completar, sua companheira de quarto: Jennifer Talbot é a pessoa mais odiada do campus, detalhe: uma vampira. Sim, os sanguessugas não têm boa fama, e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo da única amiga de Sophie a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola. Mas Jenna é uma pessoa doce, adorável e fiel a sua amizade por Sophie.

Isso não é tudo: Sophie descobre que uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir, do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade. 

A estória é realmente bem atraente, descrita de forma leve e simples. Rachel nos faz viajar pelo mundo louco de Sophie, que convenhamos, ela foge um pouco do convencional das personagens que estamos acostumados; ela totalmente divertida, sarcástica tem umas tiradas que te leva a dar várias gargalhadas. Ela não é de ficar de muito blá, blá, blá. Hex Hall é um mundo novo para Sophie que estava totalmente despreparada para enfrentar tudo: culpa da mãe que a superprotegeu, mas ela consegue sobrepor as barreiras e com coragem e esperteza faz tudo o que está ao seu alcance para salvar a escola e principalmente Jenna, sua melhor amiga.

Hex Hall foi um lançamento do Verão Sobrenatural da Editora Galera Record e desde do momento que eu li a sinopse desse livro eu disse: Vou ler, nem que eu me decepcione, mas eu quero. Só que para meu alivio e surpresa o livro é demais e o seu maior defeito é não ter 200 páginas a mais. O final dele nos deixa com gostinho de quero mais, preciso urgentemente de mais. Então pessoal, fica a dica para quem ainda tinha dúvida: Vale a pena ler Hex Hall e se surpreender com essa estória maravilhosa.

Informações:
Livro: Hex Hall
Auto(a): Rachel Hawkins
Editora: Galera Record
Onde comprar: Livraria Cultura e Submarino

Avaliação:



11 comentários:

  1. Eu adoreeei esse livro! Foi meu primeiro livro lido pela internet. Eu pensei que eu não conseguiria, mas essa história não me deixou largar o notebook! huiahuhae! :)
    Adorei a resenha! ;DD

    bjs
    Books Emporium.

    ResponderExcluir
  2. Já me disseram coisas incriveis sobre esse livro, mais ainda não li. Achei que a capa da Galera decepcionou e muito. Mas vou arranjar um jeito de ler esse livro e rapido.

    PS.: Tenho um desafio para você no meu blog. Olhe aqui.

    Beijos, Julia
    Tijolinha, Books & Fanfics

    ResponderExcluir
  3. Desde que foi lançado morro de vontade de ler, mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de comprá-lo!
    Adorei sua resenha, li muitas na época do lançamento, mas há algum tempo não lia uma.
    Vou ver se aproveito o ótimo preço da Submarino :x

    Beijos xx

    ResponderExcluir
  4. Eu já tinha vontade de ler este livro, mas nunca fui muito com a sinopse! Mas depois deste resenha super positiva e com argumentações válidas talvez ele entra na minha listinha de compras!

    Cheiros da Serena!

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha paty, acho que vou colocar Hex Hall no topo da minha fila, assim que acabar o que estou lendo vou ler ele... E ai, ta gostando de Elixir? Bjao!

    ResponderExcluir
  6. Ei Paty,

    Eu li e adorei, estou curiosa para ler a continuação.

    P.S: Nice, a minha avó adora tirar as fotos rsrs, ela leu Hex Hall e falou q é meio infantil mas era legal hehe.

    bjoo

    ResponderExcluir
  7. Ahm... a Resenha tá ótima, mas acho que não iria ler, não sei se é porque é cricri demais, meio ("polly pocket. (hã?)") seilá, a história não me agradou muito, porém a resenha sim.
    Espero que não fiquem chateadas com meu comentário. RSR' :D

    ResponderExcluir
  8. Ta na minha lista de desejos desde mes passado ): queria tanto, a capa nem se fala, eu amei, mais eu gostei muito da versao americana, resenha otima :)

    ResponderExcluir
  9. Sem falar que é sofre bruxos, e eu amo haha

    ResponderExcluir
  10. Eu li o Hex em 2 dias, é um dos meus preferidos, não conseguia nem dormir, a sophie é hilária, adore, adorei, adorei, adorei ler

    ResponderExcluir
  11. Eu nem tinha ligado mt pra esse livro. Mas qndo eu o vi ontem, ao vivo e a cores, me deu uma curiosidade... Nem tinha lido sinopse, nem resenha sobre ele, mas... sei lá, fiquei curiosa do nada... eu hein! Quero lê-lo LOGOOO!!!

    ResponderExcluir