Tagarelar do Mix - Entrevista Babi Dewet

Olá pessoal, é com um grande prazer que hoje trago para vocês uma super entrevista com a Babi Dewet autora do livro Sábado à Noite. Tenho uma grande admiração pela Babi por ela ter tido coragem e determinação para publicar seu livro de forma independente e tenho que admite sem medo algum a estória é ótima e vale muito à pena ler. Para a felicidade desta pessoa que vos falar a estória terá continuação... (saudades da Amanda e Daniel)
Bem, nessa entrevista você vai poder conhecer um pouco mais de SAN e como surgiu, da autora e seus projetos futuros. Deixemos então de blá, blá, blá e vamos ao que interessa.

Entrevista – Babi Dewet autora do livro Sábado à noite (SAN)

Mix: Sabemos que SAN foi originado de um fanfic sobre o McFly, como foi transformar essa ideia em livro? E como surgiu a ideia da fanfic?
Babi: Foi uma idéia ambiciosa, mas que valeu a pena. A fanfic surgiu de uma conversa com uma amiga, onde eu imaginei a última cena da história. Depois de alguns anos postando na internet, os leitores mesmo me incentivaram a lançar como livro e eu não poderia ficar mais feliz com isso. Decidi de uma hora pra outra!

Mix: Em algum momento pensou em desistir de publicar o livro? E quais foram às principais dificuldades encontradas?
Babi: Não pensei em desistir, em momento algum. Claro que em alguns pontos eu fiquei cansada, fiquei estressada, dúvidas aconteceram, etc. Mas não pensei em desistir porque sabia que era um sonho e eu confiava na minha história, no meu potencial. Acho que o mais difícil de lançar independente é ter que fazer tudo sozinha, sem ter prévio conhecimento sobre o mercado editorial, etc. 

Mix: Quais foram suas maiores influencias para escrever SAN? Teve alguma inspiração em especial?
Babi: A J.K.Rowling sempre foi uma influência pelos seus diálogos divertidos e sua história em terceira pessoa, onde sentimos o que o personagem sente. O autor André Vianco foi inspiração para lançar independente, isso é um fato. 

Mix: Sabemos das grandes dificuldades que os novos autores encontram para publicar seus livros, foi por esse motivo que fez você decidir por publicar o livro de forma independente?
Babi: Sim, foi um dos motivos. Tiveram vários, na verdade. Nunca pensei em enviar meu livro para uma editora em primeiro lugar. Queria lançar do meu jeito, fazer do meu jeito, ter minha liberdade e testar meus limites. Mas existem muitas dificuldades pra se conseguir um bom acordo com editoras e muito autor trabalha por salários baixíssimos, o que é muito injusto. 

Mix: Todas as pessoas que tive oportunidade de conversar sobre SAN ficaram enlouquecidos com o livro, há uma previsão para continuação? E o que podemos esperar?
Babi: Obrigada por falar do livro, fico feliz de saber! Terá uma continuação sim, Amanda vai se redimir e se tornar uma menina melhor, embora eu não possa contar muito sobre Daniel. As coisas vão mudar e muito! Não tenho previsão de lançamento ainda, porque ainda estou me focando no primeiro livro, etc. 

Mix: Planos para novos projetos? Fale um pouco dele.
Babi: Planos eu até tenho, mas ainda não tive muito tempo e cabeça pra sentar e terminar outras histórias. 

Mix: Por ser um livro independente, SAN já atinge um ótimo patamar de divulgação, neste passo para "fama" qual foi sua melhor experiência? E a pior?
Babi: A melhor experiência que tive com SAN foi levá-lo à Bienal do Livro de SP e depois para Porto Alegre, na Feira do Livro. Fui muito bem recebida, pude conversar ao vivo com leitores, entre outras coisas. Foi uma realização enorme! 
A pior coisa? Ainda não sei, não vi nada com esses olhos ainda.

Mix: Como você organiza sua rotina (se houver uma) conciliando SAN, blog, parcerias, leituras, fãs, amigos, família, trabalho, diversão, etc.? Como você dá conta de tudo isso? Qual a maior dificuldade?
Babi: Na maioria das vezes eu não dou conta e eu demoro com tudo, emails, leituras, etc. Mas eu tento meu máximo! Dia de semana é dia de focar no trabalho, no blog, nos emails, etc. Às vezes, à noite, eu assisto a um filme com o namorado ou saio com os amigos. Final de semana eu relaxo um pouco mais, embora acabe sempre passando a noite lendo algum livro ou respondendo emails.
A maior dificuldade é sim balancear tudo isso. Quando não se é organizada - como eu não sou - às vezes pode deixar coisas importantes passarem. O ideal é saber colocar tudo em seu lugar, ter prioridades. 

Mix: Agora sobre você, fale algo que as pessoas não saibam (que possa ser dito, claro), algo sobre você que gostarias que as pessoas soubessem, comentassem, e até "copiassem".
Babi: Hmmm... eu amo dar aulas. Mas muita gente pergunta sempre do que eu dou aulas, ou matérias, etc. Na verdade eu sou dona de um curso supletivo que tem projeto de reeducação de adolescentes. Ou seja, se o adolescente reprovou ,tem algum problema com a escola formal, a gente ajuda. Estamos ai pra isso. E minhas aulas se encaixam nessas áreas, não são dentro do padrão. Falo sobre comportamento em geral, conhecimento de mundo e história, leitura, etc. É um apanhado de tudo!

Mix: Uma mensagem para seus fãs e leitores.
Babi: Obrigada por todo o apoio que tenho recebido e por todo o carinho desde que meu livro foi lançado. Os leitores, até os que ainda não leram o livro e só acompanham o blog, são muito importantes pro meu crescimento como pessoa e como autora. Fico muito feliz com oportunidades como essa entrevista, muito obrigada!

Espero que tenham gostado e Babi muito obrigada pela entrevista concedida ao Mix espero conhecê-la pessoalmente em Setembro na Bienal.

Resenha de Sábado à Noite (SAN)

7 comentários:

  1. Patricia, é o seguinte, já me tornei fã da Babi, já comprei SAN e vou ler, independente de já ter resenha dele! rsrsrs
    =P

    ResponderExcluir
  2. Ameeei responder a entrevista, muito obrigada pelo apoio e carinho!

    ResponderExcluir
  3. Que coincidência, estou com muita vontade de ler este livro... Já ví tantos blogs falando bem dele!
    Hoje no meu blog também tem entrevista com autora "Carolina Munhbóz"

    ResponderExcluir
  4. Sábado a Noite está na minha lista de desejados há muito tempo. Ainda não tive a oportunidade de ler. =/
    Mas espero ler logo!
    Parabéns pela entrevista, Patrícia, ficou ótima!

    ResponderExcluir
  5. To loucaaaaaa pra ler esse livro, mesmo! E a Babi é um amor, né? rs.

    Luiza,
    Express Coffee

    ResponderExcluir
  6. Adorei a entrevista!
    Mulé sou louca para comprar "sábado a noite" mais é tão dificil!
    Snif, Snif, Snif!

    Cheiros Nice!

    ResponderExcluir
  7. Adoro o blog dela. E ela é TÃO TÃO absurdamente LINDAAA!!! Passou na fila da beleza 50 vezes rssrsrs

    ResponderExcluir